Menu
Inicio Novidades Women Power: Este vídeo tornou-se viral pelas melhores razões

Women Power: Este vídeo tornou-se viral pelas melhores razões

‘Be A Lady, They Said’. Assim se combatem os preconceitos que (ainda) influenciam a educação dos mais novos.

Be a Lady, they said

Um vídeo, intitulado ‘Be A Lady, They Said’ foi recentemente publicado nas redes sociais pela revista Girls. Girls. Girls Magazine. E rapidamente se tornou viral pelos melhores motivos.

É conduzido por Cynthia Nixon (uma das protagonistas da série Sexo e a Cidade) que lê um excerto de um texto originalmente publicado em 2017 por Camille Rainville, americana recém-licenciada de 22 anos.

O poderoso texto que fala sobre as dicotomias das mulheres começou por ser partilhado pela autora da peça com os amigos mais próximos, na sua página pessoal de Facebook, e rapidamente ganhou dimensão com inúmeras partilhas que rapidamente deixaram de se limitar ao seu circulo de amigos. Agora, o texto completo pode ser lido no blog de Camille, intitulado ‘Writings of a Furious Woman’.

A nota deixada pela autora no blog

“Espero, no futuro, continuar a canalizar para muitos a minha opinião através deste meio. A minha caneta e papel são-me uma forma de terapia para a minha própria mente. Estou certa de que os meus pensamentos não são um reflexo abrangente da experiência de cada um e só podem abranger a minha experiência como mulher…”. E no entanto, as suas palavras parecem ressoar, de alguma forma, em muitas e muitas mulheres.

‘Sê uma mulher, dizem eles’: os primeiros dois parágrafos

Seja uma senhora, sem eles. A sua saia é muito curta. A sua camisa está muito alta. As suas calças estão muito apertadas. Não mostre tanta pele. Não mostre as suas coxas. Não mostre os seus seios. Não mostre a sua barriga. Não mostre o seu decote. Não mostre a sua roupa interior. Não mostre os seus ombros. Cubra-se. Deixe algo para a imaginação. Vista-se de forma modesta. Não seja sedutora. Os homens não se conseguem controlar. Os homens têm necessidades. Parece desajeitada. Solte-se. Mostre um pouco de pele. Pareça sexy. Tenha um olhar sedutor. Não seja tão provocativa. Você está a pedi-las. Use preto. Use saltos altos. Você está muito vestida. Não use essas calças de treino; parece que você se deixou levar.

Seja uma senhora, dizem eles. Não seja muito gorda. Não seja magra demais. Não seja muito grande. Não seja pequena demais. Coma. Emagreça. Pare de comer tanto. Não coma muito rápido. Peça uma salada. Não coma hidratos de carbonos. Negue a sobremesa. Precisa de perder peso. Caiba nesse vestido. Faça uma dieta. Veja o que você come. Coma aipo. Coma uma pastilha elástica. Bebe muita água. Você tem de caber nestes jeans. Deus, você parece um esqueleto. Por que você não come? Você parece magra. Você parece doente. Coma um hambúrguer. Homens gostam de mulheres com um pouco de carne nos ossos. Seja pequena. Seja leve. Seja pequena. Seja feminina. Seja um tamanho zero. Seja um zero duplo. Não seja nada. Seja menos que nada.

Veja o vídeo em questão, publicado há cinco dias, e já com mais de 2.600.000 visualizações.

View this post on Instagram

We are just going to leave this right here and see what happens………… Words by #CamilleRainville Narrated by @cynthiaenixon Directed by @paul.mclean1 Produced by @clairerothstein Post by @mini_content Music by @louissouyavemusic @opm.london Thank you to everyone who took part in this amazing project, too many of you to mention ❤️ Special thanks to @alicialombardini @luke_glover_dp @mini_content @portiswasp1 @olip21 @jena_beck ❤️ #bringingbackthewoman #girlsgirlsgirlsmag #bealady

A post shared by Girls. Girls. Girls. Magazine (@girls.girls.girls.magazine) on

Brand Story