Menu
Inicio Perder Peso “Vais ser feliz como nunca foste”, disse a si mesma

“Vais ser feliz como nunca foste”, disse a si mesma

Não por questões de saúde física, nem por um certo número na balança. Anna Monteiro mudou de hábitos de treino e alimentação por amor a si mesma. Pelo caminho, ficaram 23kg.

Anna Monteiro, transformação

Há cerca de ano e meio, Anna Monteiro inscreveu-se num ginásio, descobriu o prazer resultante do exercício físico, perdeu 23kg e descobriu que só tinha motivos para gostar de si. Mas esta não foi a sua primeira vez num ginásio, nem a primeira tentativa de perder peso.

“Já tinha estado inscrita noutros ginásios, mas nunca fui assídua. Não tinha motivação, nem gosto”, admite em entrevista à WH, concluindo: “Acabava por ser sedentária”. A par dos treinos, a alimentação era outro aspeto com o qual Anna, de 22 anos, não procurava ter qualquer cuidado. Aliás, tentou fazê-lo, mas não pelo caminho mais correto. “Antes desta minha jornada de transformação, fiz inúmeras dietas radicais e nenhuma foi concluída com sucesso, nem foi duradoura. Hoje, finalmente consegui encontrar o equilíbrio”, conta-nos.

Anna Monteiro, transformação

Equilíbrio este que veio da vontade de gostar de si, da sua imagem refletida no espelho. Anna sabia que 83kg era um valor elevado para a sua idade e altura. Mas o motivo que a fez mudar foi a procura por algo que a fizesse sentir melhor a nível psicológico.

O início da mudança

Estávamos em abril de 2019. Anna Monteiro viva uma fase menos boa da sua vida e, como forma de espairecer, aceitou a sugestão do namorado de o acompanhar no ginásio. “Ao contrário do esperado, senti-me muito bem”, admite. Desde então, passou a usar aqueles momentos de treino para se ajudar a sim mesma, de dentro para fora. “Assim que percebi que o exercício físico me poderia ajudar a nível mental, decidi aliar uma coisa à outra e mudar o meu físico, que era um aspeto que me atormentava”.

Com a certeza de que a sua perda de peso nunca teve como foco ver um certo número na balança, Anna manteve uma constante coerência nos seus treinos com o intuito de gostar mais da sua imagem. “Hoje, sempre que preciso de motivação e foco, lembro-me de como fui. De como tudo começou e das vezes em que olhei ao espelho e chorei por não gostar de mim”.

Menos 23kg em 18 meses

Esta perseverança da jovem de 22 anos levou-a a perder 23kg em pouco mais de ano e meio, primeiro com apoio do personal trainer que conheceu no ginásio e depois com adaptações ao plano de treino, resultantes da sua própria experiencia e conhecimento que procura para si mesma. Quanto à alimentação, deixou para trás a ideia de ‘dietas milagres’ e passou a seguir os conselhos do namorado, que é estudante de Nutrição. “Apenas mudei os meus hábitos alimentares. A meu ver, a reeducação alimentar é o método mais eficaz”, diz-nos, admitindo que não se priva de nada mas que tem cuidado com aquilo que come.

Anna Monteiro, transformação

Hoje, Anna pesa 60kg, treina de segunda a sábado e revê-se num estilo de vida bem mais saudável do que outrora. Orienta os treinos para o ganho de massa muscular, e não perda de peso; além disso, o seu próximo objetivo é inspirar mais pessoas a mudar, tal como se sentiu inspirada por outras mulheres, aquando da sua mudança. “Pensei muito na frase ‘se tu consegues, eu também consigo’, e é esta ideia que quero transmitir. Por isso, comecei a partilhar no meu Instagram a minha jornada. Partilhava os meus hábitos alimentares, a minha rotina de treino e a minha mudança”.

Embora tais histórias reais que a inspiraram não tenham partido de pessoas próximas a Anna, durante todo o processo e partilha nas redes sociais a nossa entrevistada teve a oportunidade de entrar em contato com outras mulheres com histórias de superação semelhantes à sua. “Esta troca de experiências faz-nos crescer umas às outras, juntas somos mais fortes”, admite.

Objetivo? Sentir-me plena

Esta é a resposta de Anna quando lhe perguntamos o que mais mudou em si. Os 23kg a menos notam-se e dão-lhe uma nova energia e uma melhor saúde. Mas a autoestima será sempre o aspeto principal, que alavancou tudo o resto.

Se voltasse ao primeiro dia da sua jornada, fase em que muitas vezes quis desistir, Anna diria que vai valer a pena. “Vais ser feliz como nunca foste. Vai ser difícil, mas tu vais conseguir”, diz ao seu ‘eu’ que deixou para trás.

Leitoras Fit à Pressão:

  • Lema de vida: “Desistir não é opção!”
  • Snack favorito: bolachas de milho com caju natural.
  • Música de eleição para treinar: Lose Control, de Meduza, Becky Hill , Goodboys
  • Peça de roupa de que hoje não se priva: Calções
  • Parte do corpo em que nota mais mudanças: Barriga
  • Treino favorito: Treino de pernas
  • O que deixava de fazer devido à sua imagem e agora não se priva: Vestir certas peças de roupa

Se também tem uma história de superação e gostava de partilhar o seu testemunho na Women’s Health, contate-nos! Envie-nos um email para [email protected]

Brand Story