Menu
Inicio Nutrição Tudo sobre a dieta antienvelhecimento da Rainha Letizia

Tudo sobre a dieta antienvelhecimento da Rainha Letizia

O plano nutricional desenvolvido por Perricone é o preferido de estrelas de Hollywood e realeza como Gwyneth Paltrow, Uma Thurman ou a Rainha Letizia.

Instagram

Aos 49 anos, a rainha Letizia pode gabar-se de ter sempre uma pele saudável e luminosa. Isso fez muitas pessoas pensarem (tal como se perguntam como é que a Rainha consegue sempre mostrar os seus braços tonificados) qual é o segredo para a conseguir. E a resposta não está apenas na sua rotina de pele, mas também ao seguir uma dieta de apenas 28 dias, um plano nutricional desenhado por Nicholas Perricone especificamente para melhorar e rejuvenescer a pele, não para perder peso.

“Não é uma dieta para seguir continuamente, mas é perfeita para fazer um reset da pele e habituar-se a comer melhor”, explica Raquel González, diretora de educação da Perricone MD em Espanha, que esclarece que não foi concebida para perder peso. “O seu objetivo é melhorar a aparência e a saúde da pele, embora uma grande maioria das pessoas que a fizeram tenha perdido peso”.

A famosa dieta Perricone é reconhecida em todo o mundo e seguida por grandes celebridades como Eva Mendes, Gwyneth Paltrow, Cate Blanchett ou Julia Roberts, entre outras. E, claro, a Rainha Letizia.

O que devemos comer

Proteínas de alta qualidade: Entre as quais se destacam os peixes frescos (priorizando o salmão), o frango e o peru, os ovos (melhor orgânico), o tofu (também orgânico, a soja não geneticamente modificada), o kefir e o iogurte natural (completamente natural, sem edulcorantes, açúcares), quinoa e amêndoas.

Hidratos de carbono complexos e fibras: Incluindo entre quatro a sete porções diárias deste tipo de nutrientes (presentes em amoras, cebolas vermelhas e brancas, framboesas, azeite, aveia ou limões), uma grande quantidade de vitaminas e minerais são fornecidos que neutralizarão os sintomas de envelhecimento e energia essencial é fornecida ao corpo. Aqui é essencial ter em conta o tamanho das porções, uma vez que os hidratos, que na quantidade certa são anti-inflamatórios, em excesso podem provocar uma resposta à insulina.

Gorduras ‘boas’ ou ácidos gordos essenciais: Conhecidos pelos seus efeitos protetores no coração, a sua capacidade de baixar a pressão arterial e reduzir a formação de coágulos sanguíneos. Podemos encontrá-los em salmão, atum, sardinhas, óleo de linho ou sementes de chia. São também necessários os Ómega-6 e Ómega-9 presentes, entre outros, em sementes de girassol, pistácios, azeite, que ajudam a manter os níveis corretos de colesterol e triglicéridos.

Ácido Lipóico Alfa e vitaminas antioxidantes: A primeira está presente em vegetais como espinafres ou brócolos, e é uma substância natural gerada pelo próprio corpo, bem como um dos elementos-chave contra o envelhecimento. Por outro lado, as vitaminas A (presentes em frutos vermelhos como morangos), as do complexo B (em níveis elevados, por exemplo, nas sardinhas) e C (com o limão como representante máximo), são fundamentais para uma dieta nutritiva antienvelhecimento, ajudando-nos a manter um bom estado de saúde e a contrariar a oxidação celular e os radicais livres do interior.

Os superalimentos mais perriconistas

Salmão selvagem. É rico em AMD, axantina (poderosos antioxidantes) e ácidos gordos essenciais (mais de 5% do seu conteúdo são gorduras ‘boas’).

Azeite virgem extra. Perricone recomenda primeiro a prensagem de azeites virgens extra, uma vez que são os que têm a acidez mais baixa e os níveis mais elevados de ácidos gordos e polifenóis.

Vegetais verdes. Uma sopa à base de brócolos, espinafres ou espargos é uma ótima opção para obter nutrientes e antioxidantes como vitamina C, cálcio ou magnésio, que retardam o envelhecimento. Temos de evitar alimentos processados, pois eles destroem nutrientes e adicionam excesso de sais e açúcares aos alimentos.

Morangos e frutos vermelhos ou bagas. Estes são poderosos antioxidantes com baixo teor glicémico e que são fundamentais para alcançar um rosto mais jovem cheio de vitalidade. Além disso, ajudam a reduzir a gordura corporal acumulada, que normalmente é ‘fixa’ através de alimentos com um índice glicémico superior a 50.

Laticínios naturais orgânicos, sem adoçantes e com pouco sal. Entre os dois mais recomendados por Perricone estão o iogurte orgânico simples (sem adição de açúcar ou edulcorantes) e kefir.

Farinha de aveia em flocos. Rica em fibras, gorduras monoinsaturadas e proteínas, ajuda a controlar o colesterol e a pressão arterial. Também melhora o sistema digestivo e regula o açúcar no sangue.

Plantas aromáticas e especiarias. Perricone recomenda certas espécies que, além de refeições aromatizadas, têm propriedades antienvelhecimento, como a curcuma, com propriedades anti-inflamatórias e neuroprotetoras.

Chá verde. É uma das principais bebidas desta dieta e com propriedades antienvelhecimento mais cientificamente confirmadas.

Água mineral. A desidratação dificulta a metabolização das gorduras e, por conseguinte, impedirá o corpo de eliminar o desperdício, além de promover o desenvolvimento de compostos inflamatórios. Perricone recomenda “evitar a água da torneira, pois pode conter resíduos nocivos, como partículas de metal pesado”.

Cacau puro em pequenas doses. Sim, o chocolate é bom para abrandar o envelhecimento! Mas em pequenas doses e sem leite! O mais puro possível.

Brand Story