Correr na areia? Não o faça sem ler primeiro isto

As idas à praia são bastante propícias a caminhadas e corridas junto ao mar, mas é preciso ir com calma e com a devida precaução. Tenha em conta estes conselhos antes de correr na areia.

  • Anterior
  • Próximo

    Aqueça bem

Correr na areia vai fazer com que os músculos das pernas trabalhem mais do que se estivesse a correr na passadeira ou num pavimento liso, como revela este estudo de 2005. E como vai ‘trabalhar’ mais as pernas, diz a treinadora Jess Movold, em declarações à Women’s Health dos Estados Unidos, o melhor é apostar num aquecimento dinâmico e que inclua lunges, sprints estáticos e movimentos circulares de anca.

    Vá com calma!

Até pode ser uma espécie de Speedy Gonzalez na pista, mas quando a corrida é feita na areia é preciso moderar a velocidade e controlar ao máximo os batimentos cardíacos, pois a sensação de cansaço será maior.

    Não pense na distância, mas sim no tempo

Quando traçamos uma meta que tem por base uma distância concreta, o nosso grande objetivo passa por alcançar esse objetivo o mais rapidamente possível, contudo, quando corremos na areia devemos ter em conta o tempo em movimento e não a velocidade a que o fizemos. Por isso, planeie a corrida tendo em conta o tempo que quer correr e não a distância que quer fazer.

    Tenha isto em mente: nem toda a areia é igual

Correr na areia seca e quente requer mais esforço do que correr na areia fria e molhada, por isso, tenha em conta o tipo de areia e planeie a corrida para que a boa passada seja salvaguardada.

    Trabalhe o corpo como um todo

Como a areia está repleta de irregularidades, convém tentar fazer o mesmo percurso em duas direções opostas. Ou seja, se corre em direção a norte, é possível que esteja a fazer mais esforço com a perna direta, por isso, faça o mesmo percurso mas em direção a sul, para que a perna esquerda receba o mesmo esforço.

    Vá calçada!

Apesar de correr na areia proporcionar uma sensação única, o melhor é manter as sapatilhas calçadas… pelo menos nas primeiras corridas de adaptação. Ao ter umas sapatilhas de corrida calçadas, o pé ganha maior estabilidade e menor risco de lesão.

    Quer velocidade? Faça-o de forma gradual

Runner que é runner quer desafiar-se a cada corrida, por isso, adicione um pouco de velocidade de corrida para corrida, mas, claro, sempre com peso e medida.

    Crie uma rotina

Para que a corrida na areia seja com a corrida na rua ou passadeira há que criar uma rotina e habituar o corpo a este novo desafio. O mais indicado é correr na praia três vezes por semana, de início calçada e com o tempo controlado. À medida que a dificuldade diminui, aumenta a velocidade.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend