Menu
Inicio Treino Treino a baixas temperaturas é a nova tendência do fitness

Treino a baixas temperaturas é a nova tendência do fitness

Frio? Então o melhor é treinar para aquecer!

Treino a baixas temperaturas é a nova tendência do fitness

Esqueça as saunas, as camadas de roupa durante a corrida ou até o hot yoga. Se quer queimar gordura e manter-se fiel ao que está em voga no mundo do fitness, então tem de começar a treinar a baixas temperaturas.

Como seria de esperar, esta nova tendência do mundo do fitness nasceu em Nova Iorque (nos Estados Unidos) e o nome do primeiro espaço de treino a baixas temperaturas diz tudo: Brrrn. Neste ginásio, conta a Women’s Health de Espanha, os treinos são feitos a uma temperatura máxima de 10ºC e a recomendação é que se traga o menos roupa possível – o objetivo não é suar, mas sim fazer com que o corpo trabalhe bem para combater o frio (quem diria que o velho ditado de correr para aquecer ia, afinal, fazer todo o sentido?).

Neste novo espaço, as aulas têm uma duração média de 50 minutos e a temperatura, apesar de baixa, mantém-se controlada para não colocar a saúde em risco.

 

Como é que se queima gordura com o frio?

Apesar de o tipo de treino ser determinante para os resultados – e todo o empenho da pessoa, sejamos honestas – a verdade é que as temperaturas frias fazem com que nos mexamos mais e isso tem implicações concretas nos níveis de gordura.

Na prática, e perante o frio, tendemos a movimentarmo-nos mais e mais freneticamente e, além disso, a chave para queimarmos eficazmente mais calorias está num tipo de gordura do nosso organismo, a gordura castanha, que se ativa perante as temperaturas baixas e faz com que se reduza com mais eficácia a glicose e os ácidos gordos, aumentando, para isso, a temperatura do corpo.

 

Todas as pessoas podem aderir a esta tendência gelada?

À partida, todas as pessoas podem beneficiar de um treino a baixas temperaturas, porém, e como os níveis de humidade são menores neste cenário, é possível que as pessoas com asma possam vivenciar episódios de problemas respiratórios, sendo, por isso, este tipo de treino desaconselhado.

Tal como deveria acontecer com qualquer tipo de ginásio, academia ou espaço de treino, no Brrrn apenas são admitidas as pessoas que apresentem um atestado médico, de modo a que seja possível verificar se estão garantidas todas as condições para treinar a baixas temperaturas.

O consumo de água durante o exercício é uma das recomendações dadas, visto que, perante o frio, a tendência para sentir sede é menor. Além disso, neste tipo de exercício, a roupa também importa: deve-se optar por tecidos sintéticos e que mantenham o corpo seco, ao contrário do algodão, de modo a que o suor e as temperaturas baixas não se transformem numa valente constipação.

Outros Artigos


Outros Conteúdos GMG

Brand Story