Menu
Inicio Saúde Temperaturas elevadas associadas a um risco fatal

Temperaturas elevadas associadas a um risco fatal

Investigação explora ligação entre mudanças climáticas e saúde mental.

suicídio
suicídio

As taxas de suicídio tendem a aumentar nos meses com temperaturas mais elevadas, segundo uma nova investigação, agora publicada na Nature Climate Change.

A análise, realizada a centenas de indivíduos com nacionalidade americana e mexicana durante várias décadas, descobriu que quando as temperaturas sobem um grau Celsius acima da média de determinado mês, as taxas de suicídio sobem cerca de 0,7% nos Estados Unidos e 2,1% no México.

De acordo com a análise realizada pela equipa de investigação, o uso de ‘linguagem depressiva’ em mais de 600 milhões de publicações realizadas nas redes sociais sugere ainda que a saúde mental, no geral, fica deteriorada durante estes períodos mais quentes.

Implicações futuras

Os autores preveem que as mudanças climáticas e o aquecimento global poderão resultar em mais suicídios no futuro – entre 9 e 40 mil, nos Estados Unidos e México, para sermos mais precisos, nas próximas três décadas.

Esta realidade irá “representar uma mudança nas taxas de suicídio comparável ao impacto esperado de recessões económicas, programas de prevenção de suicídio ou leis de restrição de armamento”, explicam os especialistas.

Tendo em conta as previsões acerca do aumento da temperatura global da Terra, e o facto de outros estudos já terem associado este fator ao suicídio, será necessário ter estes dados em conta para melhor perceber a relação entre ambos, assim como, que medidas tomar no futuro.

Contudo, importa compreender que há vários outros fatores que podem contribuir para o suicídio – atualmente, uma das principais causas de morte no mundo, especialmente em países desenvolvidos.

Em Portugal, em 2016 registava-se o valor mais baixo de suicídios dos últimos quinze anos. Uma melhoria significativa, depois de um pico entre 2008 e 2012, despoletado pelo impacto negativo da crise.


Se está, ou conhece alguém que esteja, a pensar em cometer suicídio, ligue para a linha de prevenção SOS Voz Amiga: 213 544 545 – 912 802 669 – 963 524 660 (diariamente das 16h às 24h); linha Verde gratuita – 800 209 899 (entre as 21h e as 24h horas).

 


Ler mais:

https://www.womenshealth.pt/saude/6-estrategias-para-calar-os-pensamentos-toxicos/


 

Brand Story