Menu
Inicio Nutrição É por isto que tem de comer o fruto mais tradicional do...

É por isto que tem de comer o fruto mais tradicional do outono

Além de não terem colesterol e de terem menos gordura do que a maioria dos frutos secos, as castanhas são ainda ricas numa série de vitaminas.

castanha

Para garantir que obtém todos os nutrientes e o máximo sabor dos alimentos, o ideal é optar pelos ingredientes de cada época. Se não sabe quais são as melhores frutas e vegetais para comer neste outono, pode consultar este artigo da Women’s Health Portugal.

Existe ainda um fruto que merece a sua atenção redobrada. Falamos de um produto que é praticamente sinónimo de dias mais frios e cuja versatilidade é infindável. A castanha. Além de poder ser cozinhada de inúmeras maneiras, os seus benefícios para a saúde são também diversos e, talvez, mais do que aqueles que poderia pensar antes de ler este artigo.

 

Castanha: Todo o sabor e pouca gordura

Cozidas com erva-doce, assadas no forno com sal, em doces, em bolos, em compotas, fritas ou em puré para acompanhar a carne… São muitas as maneiras de que pode desfrutar deste fruto que está enraizado na cultura portuguesa. O cheiro a castanha assada no meio da rua parece chamar o natal e é difícil resistir a este encanto de tradição lusa.

Na verdade nem precisa, porque a castanha tem inúmeros benefícios para a saúde e o seu consumo é incentivado pelo Programa de Alimentação Saudável da Direção Geral de Saúde (DGS). De outubro a dezembro, os meses em que este fruto prospera, pode consumi-lo de mil e uma maneiras diferentes, sem se preocupar demasiado com a dieta.

Segundo a DGS, a castanha é “constituída maioritariamente por hidratos de carbono, especialmente polissacarídeos”, que “permitem o desenvolvimento da flora intestinal e a produção de ácidos gordos de cadeia curta”. A pouca gordura que a castanha contém é ainda uma gordura boa e não contém colesterol.

No entanto, apesar de estimular a produção de bactérias probióticas, este fruto, como todos os outros, deve ser parte de uma alimentação variada e equilibrada. Para o intestino, concretamente, as castanhas podem ser um alimento causador de mal-estar, devido ao seu processo de fermentação, podendo causar algum desconforto intestinal, especialmente se forem comidas cruas. A chave, uma vez mais é não cair em exageros (sim, nós sabemos que não é fácil) e comer uma quantidade limitada de não mais de 15 castanhas por dia. Note que 10 castanhas assadas, o que equivale a aproximadamente 84 g, têm apenas 2 g de gordura.

 

 

Castanhas assadas / iStock

 

Um cocktail de benefícios

Além de não terem colesterol e de terem menos gordura do que a maioria dos frutos secos, as castanhas são ainda ricas numa série de vitaminas como a vitamina C, vitamina B6 e o ácido fólico.

 

  • Combatem o envelhecimento

Ao conterem antioxidantes, as castanhas ajudam a combater os radicais livres e o envelhecimento. Protegem ainda a pele e podem evitar vários danos celulares, que despoletariam doenças crónicas.

 

  • Cálcio, ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco, cobre e selénio

São alguns dos minerais que tornam a castanha num alimento importante para a saúde. A sua função de proteção das células está ainda assegurada pelos níveis de antioxidantes presentes neste alimento. Aos serem ricas em cobre e cálcio, as castanhas não só ajudam ao fortalecimento dos ossos como também dão um boost ao sistema imunitário.

 

  • São ricas em fibra

As castanhas são ricas em fibra e têm um índice glicémico reduzido, pelo que são uma boa opção para quem tem colesterol elevado. Promovem ainda a digestão e a produção probióticos, que ajudam a manter o intestino saudável.

 

  • Boa fonte de energia

Ao serem ricas em hidratos de carbono, as castanhas são uma boa fonte de energia, especialmente para os celíacos. Isto, porque as castanhas são naturalmente isentas de glúten, uma proteína presente em alguns cereais. Para quem é celíaco, a castanha é uma boa forma de obter energia, devido à sua composição rica em hidratos de carbono.

 

  • Mantém o cérebro saudável

Ao ser rica em vitaminas do complexo B, a castanha promove o bom funcionamento do organismo e do cérebro, melhorando as funções intelectuais e reduzindo o risco de depressão.

 

  • Protegem o coração

Uma vez mais devido aos antioxidantes, as castanhas ajudam a reduzir a inflamação e promovem a saúde do coração. Além disso, também são ricas em potássio, cujo défice está associado a doenças do coração.

 


Leia também

https://www.womenshealth.pt/nutricao/truques-para-fazer-cha-corretamente/

Brand Story