Menu
Inicio Living Sugestão de viagem: Um Japão… diferente

Sugestão de viagem: Um Japão… diferente

Eis um destino para amantes de yoga ou para quem quer fazer uma pausa no stress diário. Desde retiros a refúgios turísticos, fizemos o trabalho por si!

Okinawa, japão, destino
Onde? Okinawa. Porquê? Para andar de bicicleta no ‘Havai do Japão’. É este o motivo que nos levou a procurar conhecer melhor este destino japonês. Antes de começar, uma dica: Prepare-se para um clima tropical e para uma viagem de 2h30 de avião desde Tóquio. Viaja connosco?
Japão é muito mais do que a confusão vibrante e bem cativante de Tóquio. Prova disso é Okinawa, a maior de 160 ilhas tropicais situadas no sul do país. Com praias de areia branca, mar cristalno e palmeiras esta ilha é conhecida por ‘Havai do Japão’, um destino de eleição para quem procura descanso ao estilo nipónico sem abdicar da vitamina D e de uns mergulhos no oceano. Além de ser um destino cativante, Okinawa tem dos habitantes mais saudáveis do mundo, conseguindo mesmo lugar nos tops de longevidade.

E qual o segredo?

A alimentação, pois claro. Nesta ilha come-se peixe, marisco e vegetais, sendo a beni imo (batata-doce de casca roxa, típica do local) a protagonista. O destaque deve-se não só ao sabor, mas também por ser rica em vitaminas A C e E, assim como em antioxidantes, flavonoides e carotenoides.
Nos hotéis e restaurantes locais é comum servirem ao jantar combinações saudáveis como tofu de amendoim com chanpuru (um refogado de vegetais que acompanha o tofu e que é o ex-libris da culinária local). É provável que lhe sirvam também göyä (uma espécie de melão amargo, também típico da região). Como não poderia deixar de ser, o arroz é o acompanhamento de eleição. No entanto, é feito em infusões de plantas medicinais, juntamente com frutos secos e flores. Para sobremesa? Um gelado de batata-doce roxa!

Como é o dia-a-dia em Okinawa?

Com os octogenários a assumirem um papel de destaque, os dias são passados de forma calma, com práticas de tai chi ou simplesmente a pedalar pelos verdes da ilha, entre trilhos que parecem dar anos de vida a cada quilómetro percorrido.
Os almoços entre amigos e familiares são comuns lá. Fazem parte não só da cultura, mas sobretudo da forma de estar e encarar a vida e que muito contribui para a longevidade. E, por falar nisso, Ogimvila é conhecida como a vila da longevidade e faz do arenque o peixe de eleição, servindo-o com citrinos picantes, noodles e tofu adoçado.

E o desporto?

Além dos passeios de bicicleta, Okinawa é o paraíso para quem gosta de caminhada e escalada. É também um destino atrativo para os verdadeiros amantes de desportos aquáticos. Na Kabira Bay-no norte de Okinawa- há aulas de mergulho perfeitas para explorar e deixar-se deslumbrar pelos corais. Mas há também experiências que requerem manos adrenalina, como nadar com tartarugas ou fazer paddle.
Para quem pretende explorar ao máximo o local, nada como andar de bicicleta na ilha de Kudaja. Sugestão: faça uma pequena paragem pelos museus locais, e experimente uma sopa de serpentes marinhas-sim, leu bem.

Brand Story