Menu
Inicio Perder Peso Disse não às desculpas e conseguiu perder 32kg

Disse não às desculpas e conseguiu perder 32kg

Apesar de trabalhar 16 horas por dia e de sofrer de hipotiroidismo, Cristiana Rodrigues conseguiu perder 32 kg e tornar-se saudável.

Cristiana Rodrigues

Cristiana cresceu com excesso de peso. Desde muito nova que os quilos a mais a impediam de levar uma vida normal. E até as aulas de educação física eram um desafio tal que acabou por conseguir um atestado médico para não ser obrigada a participar nessas atividades.

“Aos 17 anos comecei a sofrer problemas de coluna devido ao excesso de peso”.

De menina a mulher os desafios multiplicavam-se: as roupas não serviam e as desculpas para não conseguir comprar um par de calças reinventavam-se. Tudo isto até ao dia em que Cristiana Rodrigues decidiu mudar o seu estilo de vida. Nesta fase sofria de hipotiroidismo (para saber mais sobre a doença consulte este artigo da WH), mas a doença não podia ser usada como desculpa para não se sentir bem consigo mesmo e para não ter o corpo que desejava.

90 kg e umas gramas…

Foi no Natal de 2017 que Cristiana ouviu um ‘clique’ na cabeça. Esse clique fez que necessitasse de um processo radical e extremo para mudar. Se fosse menos exigente consigo mesma, a agora enfermeira temia não conseguir alcançar os objetivos.

“No fundo sabia que conseguia. Conheço-me melhor do que ninguém e sabia que a minha persistência e teimosia me iriam levar a grandes feitos”.

No início a dieta foi elaborada por uma nutricionista do Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, com quem Cristiana mantinha uma relação próxima e de confiança. Por ter problemas ao nível da tiroide, o regime alimentar deveria ser seguido com cautela para, primeiro garantir a sua saúde e, depois, a perda de peso. Passado algum tempo foi no desporto que decidiu assentar a sua vida e o processo de perda de peso. A corrida assumiu-se como um prazer e correr a Meia Maratona era um objetivo a curto prazo.

Os três ou quatro bolos que comia por dia deram lugar a opções mais saudáveis e um plano alimentar baseado na dieta mediterrânica começou a ser a norma. “Nunca fui de comer muito, comia era mal”, explicou em entrevista à WH. Com a ajuda da irmã inscreveu-se no ginásio e começou uma jornada ‘fit’. Pelo menos três vezes por semana ia treinar e desistir simplesmente não fazia parte do vocabulário.

Enfermeira a tempo inteiro. Atleta em part-time

A caminho da especialidade em enfermagem pediátrica, Cristiana Rodrigues tem de conciliar o gosto pela corrida, a vontade para manter um estilo de vida saudável e uma vida laboral exigente ao trabalhar por turnos e lidar com crianças diariamente. “Quando me candidatei ao Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, consegui colocação no Hospital Dona Estefânia na Unidade de Adolescentes, que [hoje] carinhosamente chamo de segunda casa e que é onde tenho a minha segunda família. Sou grata por trabalhar com uma equipa extraordinária. Sempre me apoiaram e facilitaram a vida até em trocas de turnos para poder estar presente em alguns eventos desportivos”.

Ainda assim, os turnos são um desafio. Nunca consegue treinar à mesma hora e chega a ter apenas 16 horas de descanso entre idas ao ginásio. Ainda assim o exercício é uma rotina que não dispensa seis vezes por semana, entre aulas de Spinning, treinos de corrida e reforço muscular.

“A melhor sensação que tive foi quando comecei a vestir o tamanho S e, nalguns modelos mais largos, o XS. Especialmente nas calças e calções, vestir o 36 é indescritível”.

Depois de estabilizar nos 58kg Cristiana teve um problema de saúde. Devia-se desadequada medicação que tomava para o hipotiroidismo e a perda de peso que tinha alcançado. Ao chegar aos 56 kg percebeu que estava demasiado magra e que precisava de estabilidade para progredir.

E agora?

O desafio agora é manter um peso saudável, equilibrar a rotina de trabalho intensa e os treinos e blindar a saúde. Depois de todo este processo, Cristiana decidiu usar o Instagram para influenciar quem precisasse de incentivo na perda de peso. Ao longo do feed não faltam mensagens de incentivo e de motivação.

“Muitas vezes as pessoas sentem-se desmotivadas e isso é o primeiro passo para não conseguirem. Acho que vermos fotografias em publicidades de determinadas marcas de emagrecimento também não ajuda, porque parecem sempre demasiado editadas”, comentou. Foi assim que surgiu a ideia de partilhar o percurso e de expor uma história real.

A corrida transformou-se numa das paixões de Cristiana tendo já participado em várias Meias Maratonas.

A enfermeira e atleta afirma mesmo que se sente grata pelo carinho que tem recebido. O gosto pela partilha da sua história estende-se também às mensagens que tem vindo a receber de seguidores que procuram nela uma força para continuar.

Quer contar-nos a sua transformação? Qualquer que tenha sido a sua mudança, em prol de um estilo de vida saudável, queremos ouvir a sua história! Envie-nos um e-mail ou use as nossas hashtags #whtransformacao #womenshealthportugal #omeucorpo #eusouwh

Brand Story