Menu
Inicio Uncategorized Sim, é possível gerir melhor o tempo!

Sim, é possível gerir melhor o tempo!

Mafalda Almeida
Sim, é possível gerir melhor o tempo!
Unsplash

Gostava que olhássemos para o tempo numa perspectiva de responsabilidade. São
muitas as pessoas que falam do tempo como se este tomasse conta das suas vidas, e não o contrário. A boa notícia é que somos nós a controlar o tempo, embora muitas vezes não tenhamos noção disso.

Grande parte das vezes deixamo-nos levar por respostas límbicas e emocionais (o que
é normal no ser humano), colocando de parte uma das nossas mais valiosas
capacidades: a capacidade de controlar o que fazemos.

Tenho por hábito dizer que “o tempo é aquilo que fazemos com ele”, e isto remete a responsabilidade para nós.

O “tempo” não é nenhum mistério, é apenas um recurso, que se esgota, como todos os recursos. E, por isso, devemos apelar à parte racional do nosso cérebro para conseguirmos aproveitar este recurso da melhor forma, e acima de tudo, a nosso favor.

Gerir bem o tempo não tem só que ver com aquilo que queremos ou não fazer. Tem que ver também (e muito!) com fazer aquilo que deve ser feito. Só assim existe evolução. E este sentido de responsabilidade faz toda a diferença nos nossos resultados.

Gerir bem o tempo tem então que ver (e muito!) com organização. Sem organização e planeamento é raro conseguirmos atingir o que desejamos. Andamos à deriva e, aí sim, deixamos que o tempo tome controlo total sobre os nossos dias.

Seguem então algumas dicas muito simples de implementar, mas muitas vezes
esquecidas, para que consigamos fazer uma melhor gestão do nosso tempo:

– Escreva tudo, e de preferência à mão. Adquira uma agenda onde possa escrever todos os compromissos que tem. Vai ver que ajuda muito. Escrever compromete-nos. E não, não basta só escrever na agenda do telemóvel. É muito fácil carregar no snooze!

– Prepare / organize o seu dia com antecedência, e de preferência no dia anterior. Basta dedicar entre 5 a 10 minutos a este planeamento e vai ver que faz toda a diferença.
Deixe também espaço para os acontecimentos imprevistos, de última hora.

– Trabalhe no sentido de melhorar a sua capacidade de comunicação. Simplifique. Ao
baralhar o que dizemos, e ao não sermos claros/as e assertivos/as, estamos a comprar
um problema, porque mais cedo ou mais tarde vamos ter de repetir o que foi dito ou
pedido, e se calhar teremos também de lidar com possíveis consequências de uma
comunicação ineficaz.

– Divida as suas tarefas entre: urgentes, vitais e importantes. Primeiro, resolva as tarefas
urgentes (são aquelas que têm mesmo de ser resolvidas já). Depois, passe para as
tarefas vitais (as que são muito importantes para si, e que requerem possivelmente uma
dedicação a médio prazo). E depois passe para as importantes, mas que não causam
impacto nos seus resultados. Aqui pense mesmo até que ponto são mesmo importantes.
Nada pior do que chegarmos ao final da nossa vida com o arrependimento de quem
“devia ter feito” alguma coisa. Para isso é fundamental gerirmos bem o nosso tempo.
Isto porque, volto a dizer: o tempo é um recurso, que se esgota. Aproveite-o bem.

E conte-me tudo!

Estou por aqui, e agradeço novamente a confiança.

POR Mafalda Almeida
Executive Coach & Mentor | CEO @ Rising Academy | HR Board Advisor | Speaker |
Corporate Trainer | Author | DISC Analyst | Emotional Intelligence Expert
www.mafaldaalmeida.com

Brand Story