5 teorias sobre romance que não passam de mentiras

Conselhos dos nossos pais, dicas em livros ou longos textos online. Mas nem tudo é verdade e a Ciência vem mostrar isso.

  • Anterior
  • Próximo

    Mito: Saberá que é o/a tal assim que o/a vir

amor

Podemos falar em amor à primeira vista com quase todas as nossas certezas – basta pensarmos um pouco na nossa adolescência -, mas a verdade é que são vários os estudos que provam que não é no momento em que se conhece a pessoa que alguém se apaixona. Isso acontece depois do primeiro beijo, depois da primeira noite de sexo, depois das primeiras saídas a dois, escreve a revista científica Psychology Today no seu site.

    Mito: Deve fazer-se difícil

amor

Ao contrário de rejeitar chamadas ou seguir à risca a popular regra das 24h sem contacto, deve-se ser o mais honesto possível e revelar se se está ou não interessado na pessoa.

Aliás, a ciência diz mesmo que não gostamos de quem se faz de difícil, mas sim de quem assume que é seletivo nas escolhas amorosas.

    Mito: Deve-se mostrar o nosso melhor ‘lado’ nos primeiros encontros

amor

Todas queremos agradar, não há como escapar a isso, mas a verdade é que o sucesso de uma relação pode passar pela transparência. Não, não precisa de mostrar logo o seu mau feitio, mas encarnar uma personalidade que não é a sua em nada a vai beneficiar no futuro.

    Mito: Os opostos atraem-se

amor. sexo

Esta é uma das mais antigas teorias do mundo do romance, mas um recente estudo vem deitar por terra a ideia de que devemos procurar alguém que seja completamente diferente de nós, especialmente no que diz respeito à personalidade.

Embora possa acontecer uma tremenda atração pelo desconhecido, acabamos por procurar algo mais sério com alguém que é parecido connosco e que tem os mesmo gostos e interesses.

    Mito: Apenas se conhecem mentirosos/as nos encontros online.

amor

É muito fácil criar uma personalidade quando se está atrás de um ecrã de computador, mas a verdade é que nem todas as pessoas são assim e vários estudos têm mostrado que as aplicações de encontro e sites de romance podem mesmo ser um trampolim para relacionamentos sérios.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend