Menu
Inicio Sexo Sente-se triste depois do sexo? Pode sofrer disto

Sente-se triste depois do sexo? Pode sofrer disto

Prazer, bem-estar e satisfação são as principais sensações depois de um momento mais ‘caliente’ mas, sabia que há quem fique triste depois do sexo?

Prazer, bem-estar e satisfação são as principais sensações depois de um momento mais ‘caliente’ mas, sabia que há quem fique triste depois do sexo?

Pois bem, a isso dá-se o nome de disforia pós-coito, uma condição que se assemelha à depressão e que afeta homens e mulheres depois do ato sexual.

De acordo com um estudo publicado na revista científica Journal of Sex & Marital Therapy, a tristeza pós-sexo afeta cerca de 41% dos 1208 homens entrevistados, sendo que 20% confessou sentir-se deprimido depois do clímax poucas semanas antes do questionário.

Apenas entre 3% a 4% revelou sentir-se regularmente triste depois do ato.

Levado a cabo por cientistas da Universidade Tecnológica de Queensland, na Austrália, o estudo mostrou-se abrangente ao inquirir homens de 78 países, algo que permitiu perceber que a condição é mais comum do que o esperado e que, afinal, não é uma condição que afeta apenas o sexo feminino.

Mas, o que sentem os homens depois do sexo?

A disforia pós-sexo pode levar a estados de tristeza, irritação e agressividade. O choro é também uma possibilidade e, em alguns casos, os homens sentem-se ainda ‘vazios’ e acabam por não conseguir incutir qualquer sentimento positivo associado ao sexo.

A autodepreciação, a incapacidade de sentir afeto e os comportamentos abusivos estão também associados à condição.

Para os cientistas, este fenómeno é nos homens mais variável e complexo do que o que afeta as mulheres, sendo necessários mais estudos para avaliar as causas e consequências deste estado emocional negativo.

Disforia pós-coito nas mulheres

Em 2015, a mesma Universidade Tecnológica de Queensland analisou mais de duas mil jovens mulheres universitárias e concluiu que 46% confessou ter sofrido em algum momento de disforia pós-coito.

Quando questionadas sobre a frequência deste estado de espírito depressivo depois do sexo, 5,1% revelou sentir-se de tal modo de forma regular, especialmente nas quatro semanas antes do estudo.

A prevalência da tristeza pós-sexo varia de mulher para mulher e conforme a idade e momento da vida, não existindo, por isso, conclusões concretas quanto a causas e consequências deste fenómeno.

Sabe-se, apenas, que o estilo de vida, a personalidade e a relação podem interferir com o estado emocional depois do ato sexual.

Brand Story