Menu
Inicio Perder Peso Seguiu o exemplo de contas motivacionais no Instagram para perder peso

Seguiu o exemplo de contas motivacionais no Instagram para perder peso

“Se tivesse voltado aos meus hábitos antigos, tinha ganho o peso novamente”.

Para uma criança que é gulosa ser filha dos donos de uma pastelaria pode não ser o cenário mais fácil para fugir a um estilo de vida pouco saudável. Raquel tinha nove anos quando começou a engordar, uma realidade que se tornou mais alarmante aos 15 anos de idade, e ainda mais aos 18 anos, quando entrou para a faculdade.

Se na infância a ‘culpa’ de não seguir um estilo de vida saudável era, de certa forma, daqueles de quem era dependente, aos 20 anos sabia que a responsabilidade era totalmente sua.

Ainda assim, achava que o excesso de peso lhe era uma fatalidade do destino, já que, admite, “nunca tinha visto ninguém perder peso naturalmente, só com cirurgias e planos de dieta pagos”.

A consciência de que, afinal, é possível perder peso, veio de contas motivacionais que encontrou no Instagram onde se apresentavam o progresso de ‘pessoas reais’.

Passaram-se dois anos. Mudei os meus hábitos para sempre

“Foi aos 21 anos que comecei a seguir o exemplo destas pessoas e a mudar também, para um dia ter fotos de antes e depois, tal como elas. Neste momento, já passaram mais de dois anos desde que acabei de perder peso, mudei os meus hábitos permanentemente, tanto alimentares como de exercício”, conta à Women’s Health, ciente da importância que tal mudança teve também na fase de manutenção. “Se tivesse voltado aos meus hábitos antigos, tinha ganho o peso novamente”.

A forma de vontade em manter o seu novo eu levou também a que Raquel criasse uma página de Instagram: estava na altura de ser ela a incentivar outras mulheres. Além disso, retomou o canal de Youtube, o seu hobbie favorito desde os 12 anos que pôs de lado aquando da sua fase mais pesada, por não conseguir olhar para a imagem a que se tinha deixado chegar.

Hoje, sabe que nada vem por atalhos, mas que as mudanças não se cingem a quem tem dinheiro para pagar por uma cirurgia ou planos alimentares específicos. Pelo contrário: “se queres perder peso, isso está completamente ao teu alcance, tens de o querer fazer por ti (e não porque os teus pais, namorado ou médico querem). Responsabiliza-te pela situação em que estás, não culpes a tua família porque te faz bolos, o teu trabalho porque é stressante ou o teu corpo porque tens dores”, aconselha.


Se também tem uma história de superação e gostava de partilhar o seu testemunho na Women’s Health, contate-nos! Envie-nos um email para [email protected]

Brand Story