8 tipos de dor que afetam o sono e como combatê-los

Diga-nos o que lhe dói e dir-lhe-emos como dormir.

  • Anterior
  • Próximo

tipos de dor

É das que despertam com um salto e com uma vontade louca de comer este mundo e o outro ou das que se arrastam até à cozinha a desesperar por uma chávena de café depois de dar umas fortes pauladas no despertador?

Se pertence ao grupo das zombies matinais, deixe de deitar as culpas no colchão, já que é muito provável que muitos dos seus problemas entre os lençóis se devam à sua postura.

Não precisa de fazer pose (não está num photocall), mas tenha em conta que passa um terço do dia a dormir (ou pelo menos deveria!) e a maneira como se coloca é determinante para que as cãibras, problemas de circulação e outras dores não se transformem no seu pior pesadelo!

Se assim que se levanta é como se tivesse levado uma tareia e sente que o seu sono não foi reparador, corrija a sua postura já esta noite e desfrute de um novo despertar.

Atenção! Se não parar a tempo, o que agora é apenas um ligeiro desconforto, pode piorar.

Como não queremos acabar por dizer-lhe, em tom maternal, que já a tínhamos avisado, reunimos, na galeria em cima, as posições anti-dor mais eficazes.

    SE TEM… Ardor no estômago

Vire-se para o lado esquerdo!

É aquela sensação de acidez que se sente inicialmente no peito e que depois irradia pela garganta, que lhe tira o sono quase da mesma forma como se tivesse uma reunião logo pela manhã a uma segunda-feira.

Isto deve-se ao refl uxo de ácido gástrico – responsável pela digestão dos alimentos. Como remediar? Coloque-se sobre o lado esquerdo, com os braços apoiados confortavelmente à sua frente e os joelhos dobrados ligeiramente em posição semifetal.

Notará uma grande melhoria, uma vez que desta forma afasta a pressão que recebe o esfíncter esofágico, que é a válvula pela qual passam os alimentos a caminho do estômago. Se o ardor é muito intenso, deite-se de barriga para cima e coloque umas almofadas de forma que elevem o tronco superior.

Também pode optar por colocar uns livros debaixo do colchão.

    SE TEM… Dor de costas

Coloque-se de lado, com apoio entre as pernas.

Esta é uma das três patologias crónicas mas frequentes no nosso país. Se tem algum desconforto e nem o seu médico nem o seu fisioterapeuta são capazes de lhe pôr um fim, pense que muitas são provocadas ou agravam-se devido a uma posição incorreta ao dormir, em que força o alinhamento da coluna.

Experimente a posição fetal e uma ajudante: a almofada. O seu objetivo deve ser o de manter a coluna neutra, com as suas curvaturas naturais.

Para isso, vire-se de lado, fl exione ligeiramente os joelhos e coloque uma almofada entre as pernas, de tal forma que fiquem separadas à altura das ancas. Também é importante que a sua pélvis se mantenha vertical (se a deixa cair para um lado, estará a rodar a coluna lombar).

Se no início causa algum incómodo, pense na saúde da sua coluna e não se renda!

    SE TEM... Congestão nasal

tipos de dor

Coloque-se de lado, inclinada.

Alergia, sinusite, uma constipação… Está tão carregada que dorme abraçada a um pacote de lenços?

Substitua os Kleenex por uma almofada. Vire-se de lado e coloque uma almofada extra debaixo da cabeça.

As pernas, coloque-as ligeiramente fletidas. Evite deitar-se de barriga para cima, já que boca pode abrir-se a qualquer momento e secar tudo o que está obstruído (a mucosidade endurecida prolonga a congestão).

    SE TEM… Dor no ombro

Ponha-se de lado, em posição de abraço e com apoio entre as pernas.

A dor de ombros pode ter diversas causas: um mau exercício no ginásio ou um esforço a mais a levar os sacos das compras.

Mas também dormir de lado pode causar dor. Ou também aliviá-la. O segredo está nos pormenores. Por exemplo, há pessoas que cometem o erro de colocar o braço inferior debaixo da cabeça, o que força o plexo braquial (é como se dormisse com um peso sobre o braço).

Quer voltar a lavar o cabelo com as duas mãos sem que se sinta que lhe vai cair o braço dorido? Tome nota: Vire-se sobre o lado que não lhe dói, com os joelhos um pouco fletidos em posição fetal e semifetal.

Abrace uma almofada e coloque outra nos joelhos, (é igual à postura anti-dor de coluna), mantenha o alinhamento da coluna e evite virar a perna de cima para a frente.

    SE TEM… Síndrome pré-menstrual

Deite-se de barriga para cima.

Sabemos que quando está nestes dias, o que mais lhe apetece é encolher-se enquanto vê filmes românticos e chora e chora...

Pois bem, está demonstrado que deve evitar essa postura, já que, ao estar de lado, os ligamentos do peito, que já por si são sensíveis, sofrem.

Também não é recomendável deitar-se de barriga para baixo, porque submete o útero a demasiada pressão, o que irrita mais e ainda aumenta as cólicas.

Então qual é a melhor opção? Deite-se de costas e coloque uma almofada à altura dos joelhos para evitar que a zona lombar arqueie em excesso.

Verá que com esta posição e um capítulo da série Orange is the New Black, as desconfortáveis dores pré-menstruais se suportam melhor.

    SE TEM… Dor no maxilar

Coloque-se de barriga para cima.

Se pela manhã desperta com desconforto ao mastigar e inclusivamente sente dor de ouvido, pode sofrer de bruxismo, um hábito involuntário que consiste em fazer ranger os dentes enquanto dorme.

Fique atenta! Mais de 70% da população adulta padece deste problema. Pode ser uma situação pontual, já que está relacionada principalmente com estados de nervos e ansiedade, mas seja como for, se suspeita que pela noite os seus dentes batem como castanholas, vire-se de barriga para cima.

Desta forma, a mandíbula inferior cairá até à sua posição natural e os músculos faciais relaxam.

    SE TEM… Dor de pescoço

Coloque-se de barriga para cima.

Precisa de pensar seriamente na sua almofada: ou é fina como um crepe ou então parece que comeu plumas a mais.

Solução? Deve trocá-la por uma que coloque a sua coluna numa posição mais neutra possível. Quanto à postura, evite dormir de barriga para baixo, porque assim hiperestende a zona lombar e cervical.

O melhor para acabar com a dor de pescoço é virar-se sobre a coluna com os braços em ambos os lados (e não os coloque debaixo da cabeça, isso é para quando está estendida ao sol).

Só mais um apontamento: se a dor provém de uma hérnia discal, o melhor é recorrer ao médico e perguntar-lhe se será aconselhável dormir sem almofada, para ajudar a ter o pescoço mais direito.

    SE TEM… Dor nas ancas

Coloque-se de barriga para cima.

Já sofreu alguma vez de uma dor latejante na zona lateral do quadril? É o sintoma mais característico da bursite trocantérica.

Deixe de dormir de lado, porque submete as ancas a uma pressão desnecessária ao pressioná-las contra o colchão e deite-se de barriga para cima.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend