Cancro: Cientistas criam supermolécula que ‘desfaz’ tumores

supermolécula

A imunoterapia é o futuro da luta contra o cancro. Esta nova abordagem ao tratamento da doença tem-se assumido como a forma mais eficaz de travar a ação e desenvolvimento de tumores agressivos, contudo, o caminho para o fim é ainda longo (e utópico).

A ciência tem centrado grande parte da sua atenção na procura por respostas e uma equipa de investigadores da Harvard Medical School e da Universidade de Massachusetts parece ter dado um dos passos mais esperados.

Estes cientistas criaram uma supermolécula que desfaz os tumores e trava a ação de células cancerígenas que alimentam esses mesmos tumores.

 

Mas, porquê supermolécula?

Pois bem, a grande invenção dos cientistas é mesmo essa, fazer com que as moléculas do sistema imunitário se unam numa só, como se de um puzzle se tratasse, e que, com isso, criem uma barreira à ação e desenvolvimento da doença.

Testada em ratos de laboratório, esta experiência mostrou-se eficaz nos tumores da mama e da pele – até mesmo os mais agressivos e complexos.

O estudo foi publicado na Nature Biomedical Engineering e os cientistas acreditam que os testes em humanos possam ser realizados muito em breve.

Segundo a publicação feita por um dos autores do estudo no site da Universidade de Massachusetts, a terapia tem já licença para ser usada, algo que poderá acelerar as experiências em humanos.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend