Menu
Inicio Nutrição Como usar superalimentos para colorir a alimentação

Como usar superalimentos para colorir a alimentação

A forma mais saudável de colorir a alimentação

 

Um pozinho de perlimpimpim e a nossa alimentação ganha superpoderes. Bem-vinda ao mundo encantado dos superalimentos, os ‘pozinhos mágicos’ que têm vindo a revolucionar a nossa forma de comer e de cuidar da saúde.

“Os superalimentos tornam-nos mais fortes, mais resistentes e fazem com que a nossa alimentação possa ser mais preventiva”. Quem o diz à Women’s Health é a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida. É a especialista quem nos diz como beneficiar destes ‘pozinhos mágicos’ de cor vibrante e sabor exótico.

Antes disso, por que não um mix? Misture vários sabores e ‘poderes’ e crie o seu próprio ‘pozinho mágico’:

Noz:

Rica em gorduras boas, a noz destaca-se pela presença de zinco, potássio, magnésio, ferro e cálcio.

Sementes de chia:

Além de ser uma excelente fonte de fibra, a chia é ainda rica em proteína, cálcio e antioxidantes. Para quem treina, é uma das melhores aliadas.

Lucuma:

“É rica em vitamina C, uma das vitaminas que achamos ter em boas quantidades no nosso organismo, mas que nem sempre temos. Como está muito ligada ao sistema imunitário e ao desporto, quem tem um estilo de vida ativo pode conseguir um reforço imunitário com este superalimento”.

Agora sim, percorra a galeria e saiba quais os superalimentos que não lhe podem faltar na dispensa.


Leia também:

A spirulina protagonizou a minha rotina de beleza. Eis o veredicto

Brand Story