Menu
Inicio Nutrição São estas as razões científicas que a vão fazer querer comer gelados

São estas as razões científicas que a vão fazer querer comer gelados

Faça um consumo moderado de gelados e opte pelos que têm menos açúcares e gorduras.

O que acontece ao meu corpo quando como um gelado?

Um gelado por dia e não sabe o bem que lhe faria. Isto, claro, se optar pelos mais saudáveis. A ciência é defensora desta guloseima e apresentamos aqui sete bons motivos para se render aos gelados este verão.

Ajuda na fertilidade

Comecemos logo com boas notícias. Um estudo da Universidade de Harvard, e publicado na revista European Society for Human Reproduction and Embryology, defende que consumir pelo duas vezes por semana alimentos magros à base de leite, como podem ser os gelados, reduz em 38% o risco de problemas nos ovários desencadeantes de infertilidade.

Bom gatilho para perder peso

Um estudo publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition revela que o gelado não ativa tanto as regiões cerebrais relacionadas com a recompensa como outros alimentos doces, como é o caso do milkshake. Resultado: além de ser mais saudável, é uma boa alternativa para quando se quer um doce, pois não leva a que se queira comer sempre, nem em demasia.

Revela muito sobre si

Comer um gelado no primeiro encontro pode ser mais revelador do que pensa. O neurologista Alan Hirsch, do Smell and Taste Treatment and Research Foundation of Chicago (EUA), descobriu que as amantes de chocolate são pessoas animadas, criativas, dramáticas e festivas. Já as que preferem o sabor a morango tendem a ser reservadas, atenciosas e cautelosas. E quem gosta de baunilha? É ambicioso.

Super nutritivo

Os gelados que são feitos à base de leite e iogurte podem fornecer cálcio e fósforo à refeição e se forem artesanais, melhor, visto que possuem menores quantidades de gordura saturada e são feitos de uma forma mais pura (isenta de corantes e conservantes). Já os que fazem da fruta protagonista, são mais nutritivos, pois podem ser boas fontes de água e vitaminas, como as vitaminas A, B e C.

Boa desculpa para se divertir

Um estudo levado a cabo pelo Instituto de Psiquiatria de Londres, revelou que 71% dos inquiridos – todos eles europeus – considera que comer gelados é divertido e 63,2% (quase dois em cada três participantes) acredita que este doce refrescante é ótimo para criar relações sociais.

Amigo dos intestinos

Os fermentados presentes no leite que dá vida ao gelado podem ser ótimos aliados na hora de cuidar da saúde intestinal, especialmente quando já se tem uma alimentação saudável e pobre em alimentos processados.

Estimula o cérebro

Especialmente se comer o gelado ao pequeno-almoço. Quem o diz é a Universidade Kyorin, no Japão, que concluiu num estudo que comer gelado ao pequeno-almoço (numa quantidade razoável, como é claro) estimula o estado de alerta de uma forma mais eficaz do que um pequeno-almoço tradicional. Em causa está a quantidade de açúcar e gordura, que se assumem como impulsionadores da performance cerebral.

Brand Story