Menu
Inicio Treino Saiba como tornar-se uma morning person

Saiba como tornar-se uma morning person

Para começar, garantimos-lhe: qualquer pessoa pode tornar-se uma morning person, alguém que acorda cedo, neste caso, para treinar.

Sofia Coelho é formada em desprogramação neurobiológica e fundadora do programa Rotina Matinal, um projeto que ajuda a “adquirir rotinas com hábitos fortes, que conduzam as pessoas às suas melhores versões”. Como diz a própria, a desprogramação neurológica “desprograma certas crenças e medos que temos e que nos impedem de avançar e evoluir. A maior parte destas crenças, que temos sobre a nossa realidade e sobre nós mesmos, e estes medos que nos impedem de avançar foram criados e enraizados bem lá atrás, na nossa infância. E o trabalho aqui é assinalar esses medos e trabalhá-los”, explica.

A rotina Matinal da Sofia – que foi criada por necessidade pessoal, mas com o interesse por parte dos seus seguidores levou à criação do programa – não é um método direto para que comece as suas manhãs a treinar. Mas é, para muitos, uma ferramenta para lá chegar, se esta for a sua vontade.

Precisa de dicas para ser uma morning person e começar o dia a treinar? Eis alguns conselhos.

Seja prática

O poder está todo na mente, mas há aspetos práticos que a podem ajudar a que nada comprometa o seu plano de treinar na manhã seguinte. “Prepare o saco do ginásio na noite anterior; agende ou escreva a hora a que vai treinar no dia seguinte; vista a roupa de treino mal saia da cama; reveja as razões por que quer ir treinar e faça um check na sua lista de afazeres mal acabe o treino”. Estas são as ferramentas que Sofia Coelho lhe propõe.

Também a PT Inês Lopes sugere que “pense, mais uma vez, no motivo que a fez começar a treinar e na forma como se vai sentir após o treino”. Já no próprio dia, coloque “aquela música que lhe dá um boost de energia” e que beba um café, para “aquela energia extra”, aconselha Inês.

Não dê ouvidos às desculpas

“Acredite, a sua mente vai dar-lhe desculpas muito boas e vai querer cair na tentação, mas lembre-se, são só desculpas!”, garante Sofia Coelho. Se negar a desculpa do frio, do pouco tempo para treinar por culpa da sua agenda cheia ou qualquer outro argumento que invada a sua mente na hora de treinar, vai certamente sentir o que é a superação. É aí que percebemos que “conseguimos combater a preguiça e que somos mais fortes do que pensamos”, diz a desprogramadora neurobiológica.

“É quando não queremos fazer as coisas que as devemos fazer! Por uma simples razão: é aqui que lutamos contra a pessoa que queremos deixar de ser e conquistamos mais espaço, é mais um passo que estamos perto na nossa melhor versão”, continua. Um conselho a reter!

Lembre-se porque começou

O programa Rotina Matinal de Sofia Coelho passa muito por desconstruir esta ideia. “O desafio não está na criação de novos hábitos, mas sim na praticidade constante dos hábitos que queremos adquirir.

Existem técnicas e ferramentas que ajudam as pessoas a criá-los, contudo só quem os trabalha mentalmente é que irá ultrapassar este desafio e realmente conseguir implementá-los definitivamente no seu dia-a-dia. Há um ponto crucial neste processo: só começamos a ver os resultados a longo prazo, mas estes só irão ser alcançados quando existir um trabalho consistente”, diz-nos. Sabe dos benefícios que o treino lhe traz? Sabe como se sente após ignorar todas as desculpas e pôr o seu treino em prática? Foque-se nisto e entre na rotina!

A pôr em prática já

Inês Lopes, personal trainer no Academia Life Club, em Lisboa, assume que demora o seu tempo a acordar, e que é por volta das 11h que se sente com mais energia para treinar. Ainda assim, e embora reconheça que passar o dia no ginásio, a trabalhar, lhe facilite a vida na escolha do seu horário de treino, a PT sabe o que deve fazer nos momentos em que não lhe apetece mesmo aderir ao exercício físico.

Encontre o seu treino

“Experimentar novas modalidades é um excelente incentivo”, garante Inês, que sabe que “ter um plano de treino adequado, que não seja monótono de forma a criar um desafio” que a entusiasme é uma excelente forma de se manter motivada.

Comprometa-se

“Comprometermo-nos com alguém para ir treinar connosco é a forma mais eficaz de não falhar o treino”, garante a PT. Além disso, é tão ou mais essencial que se comprometa consigo mesmo: “nada vence a vontade de querer ser melhor diariamente. Concentre[1]se nisso e faça o que tiver de ser feito para lá chegar!”

Saia da zona de conforto

Este é o foco. “Procure a melhor opção para si, a que mais de adequa ao seu estilo de vida. Mas nunca se esqueça: saia da sua zona de conforto agora para se sentir confortável no futuro”, diz a personal trainer. Mantenha isto em mente, ponha a sua música a tocar e vá!

Brand Story