Menu
Inicio Treino Quanto tempo até começar a ver definição muscular?

Quanto tempo até começar a ver definição muscular?

Young fitness female exercising with kettle bell. Woman in sportswear doing gym workout with one hand on grey background.

Definição muscular é o objetivo mais comum entre homens e mulheres que treinam. Eles procuram músculos maiores, já elas pretendem dizer adeus à flacidez com mais tonificação.

Contudo, surge sempre a questão: Em que momento devo esperar ver os meus músculos mais definidos?

Segundo o nosso especialista Nilton Bala, a fórmula de sucesso inclui vários elementos a ter em conta.

Falamos da regularidade do treino, da alimentação, da rotina de exercícios e até mesmo da hidratação.

De acordo com o coach trainer, quando se segue o plano à risca, os resultados começam a aparecer “num período mínimo de 12 a 16 semanas de treino”.

 

Eis a explicação!

“O processo de definição muscular tem um desenvolvimento complexo devido ao elevado número de fatores existentes que podem influenciar na conquista deste objetivo”.

Na prática, diz, “a intensidade e a frequência semanal de treino são fundamentais para o sucesso da evolução procurada”.

Nilton Bala recomenda 3 a 5 sessões de treino com a duração de 45 a 75 minutos com a intensidade adequada”.

Ainda que queira muito ver o progresso a notar-se procure não deixar de descansar entre treinos. O coach trainer alerta para a importância da regeneração muscular, essencial para poder aplicar um novo estímulo sobre o tecido muscular.

 

Mais músculo… mas sem tamanho

E se pensa que ganhar músculo é sinónimo de aumentar o volume, engana-se!

“As mulheres também podem conseguir a definição muscular e formas bem torneadas sem ter necessidade de aumentar o volume”.

“O treino de força (hipertrofia) é fundamental para o aumento da massa magra e da velocidade do metabolismo no ser humano, ou seja, tente realizar exercícios com a carga adequada na execução de 6 a 12 repetições por série em cada exercício”, diz.

Por outro lado, o treino aeróbico possibilita o processo de redução de gordura corporal.

O ideal será interligar os dois métodos de treino. “Comece pela musculação onde o glicogénio muscular é a fonte principal de energia e termine com o treino cardiovascular onde a depleção de gorduras acaba por acontecer naturalmente”.

“O método HIIT é uma ótima opção quer em termos motivacionais e de rentabilidade do tempo para a atividade física”, afirma o especialista.

A par do treino, a alimentação é outro fator imprescindível para o sucesso.

Procure tornar a rotina alimentar rica em proteína (legumes, frutas, peixe e carnes magras), essencial para ajudar na reconstituição dos músculos no pós-treino, e não se esqueça dos hidratos de carbono (massas, arroz ou pão integral) antes da sessão para servir como fonte de energia para um treino intenso e eficaz, recomenda Nilton Bala.

Adicionalmente, procure sempre hidratar-se para compensar perdas de água.

“Tente ingerir 2 a 3 litros diários, antes, durante e após a sessão de treino. O metabolismo tem grande importância, faça o esforço para tentar comer de 3 em 3 horas. Assim, o seu organismo vai estar sempre em funcionamento e numa velocidade mais acelerada.

 

O poder da motivação

Sejamos honestas: de nada adianta fazer todos os sacrifícios possíveis e imaginários fisicamente quando a nossa mente não nos acompanha.

A par do rigor no treino e na alimentação, não perca o ânimo e não fique desiludida por ainda não ver progressos.

O corpo está a mudar e deve acreditar que consegue atingir o objetivo a que se propôs.

“O seu foco e determinação na conquista dos seus objetivos será a parte mais importante de todo o processo. Se introduzir na sua mente que quer definir o seu abdominal ou vestir uma blusa decotada essa meta será alcançada”.

“Nada se conquista sem esforço. Sendo assim, mantenha o foco nos seus treinos, na sua alimentação e não se desvie da meta que estabeleceu. Se assim for, os resultados começarão a aparecer num período mínimo de 12 a 16 semanas de treino”, completa o especialista.

Outros Artigos


Outros Conteúdos GMG

Brand Story