Menu
Inicio Treino Devemos fazer primeiro o cardio ou os exercícios de força?

Devemos fazer primeiro o cardio ou os exercícios de força?

O que importa é treinar? Quase certo. Especialistas dizem que certas horas podem ser mais benéficas, tendo em conta o dia em si. Quanto à ordem do treino…

Devemos fazer primeiro o cardio ou os exercícios de força?

Se tem um personal trainer que lhe prepare o plano de treino, não tem com que se preocupar, mas não deixe de questionar. Só assim pode aprender sobre o seu próprio corpo e os exercícios a que o sujeita.

Mas, se treina sozinha, seja corrida ou exercícios seguidos em tutoriais na internet, por exemplo, poderão surgir-lhe dúvidas nomeadamente em relação à ordem a preferir. O mesmo acontece para as que se aventuram no ginásio sem plano nem grandes conhecimentos sobre exercício físico.

 

Afinal, devemos fazer primeiro o cardio ou os exercícios de força?

Para Jennifer Burke, personal trainer em Los Angeles (EUA), responde à questão apontando que é pelo treino de força que se deve começar, pelo menos se o seu objetivo for queimar calorias.

O certo é que nenhuma ordem está errada em termos técnicos, “mas, se começar pelos exercícios de força, o seu treino terá mais efeito”. Como explica a especialista, dependerá sempre da quantidade de energia que usa.

Quando se treina, o corpo começa por usar a energia anaeróbica. Esta energia é a primeira a ser gasta pelo organismo e não requer mais oxigénio do que aquele que já utiliza. Com o passar do tempo (em exercício), o organismo passa a gastar energia aeróbica – esta sim, requer mais energia do que a que o corpo normalmente inala. Logo, acaba por trabalhar mais o corpo já que o obriga a um maior esforço.

E porquê esta ordem? Porque, os treinos de força tendem a ser mais ‘explosivos’. Por isso, queimam mais rapidamente a energia anaeróbica antes de se passar àquela que se quer efetivamente perder.

Caso opte pelo cardio primeiro, não está a comprometer o seu treino. Como explica Jennifer Burke, apenas se arrisca a sentir-se mais cansada na hora de realizar o treino de força. Isto, porque ‘esgotou’ a energia anaeróbica com o treino de cardio. Logo, nos exercícios a realizar na segunda parte do seu plano de treino, o corpo esforça-se mais para garantir o oxigénio necessário e isso pode comprometer a resistência com que o executa, dependendo sempre da intensidade e duração do treino.

 

Artigo via Women’s Health Reino Unido.

Outros Artigos


Outros Conteúdos GMG

Brand Story