Menu
Inicio Perder Peso Perdeu mais de 140 kg com esta alteração na dieta

Perdeu mais de 140 kg com esta alteração na dieta

Passou de comer 6000 calorias por dia, para uma alimetação bem mais saudável. O regrigerante, que era o protagonista da sua rotina alimentar, deixou de estar presente no seu dia a dia.

Em 2015, Lexi Reed pesava 220 kg e não havia qualquer força que a fizesse querer mudar.

Comia diariamente fora de casa. Desde o pequeno-almoço ao jantar, a escolha passava sobre pela fast-food onde não faltavam fritos nem refrigerantes. Diariamente, o consumo era de 6000 calorias e exercício físico, nem velo.

Foi a 1 de janeiro de 2016 que decidiu mudar e deixar para trás todo aquele estilo de vida.

Na altura tinha 26 anos e toda a ajuda era bem-vinda. foi nesta altura que aceitou o desafio a que uma amiga lhe propôs: o de passar 30 dias a comer comida caseira, largar o álcool e praticar exercício físico com frequência.

O desafio foi superado: todos os fritos e alimentos processados foram trocados por alimentos verdadeiros e bem mais saudáveis. Além disso, passou a treinar cinco dias por semana.

A mudança no seu quotidiano foi drástica e os quilos começaram a diminuir. Lexi viu o corpo mudar em um só mês graças ao cuidado que passou a ter com o número de calorias ingeridas e alimentos escolhidos. Além disso, fez da elíptica a sua melhor amiga.

Mais do que perder peso, aquele desafio foi essencial para se começar a viciar no novo estilo de vida. Assim, o que era para durar 30 dias, dura até hoje.

“Com 78 kg, sinto que ainda não atingi o meu objetivo”

A vida de Lexi deu uma volta de 180º, tanto a nível de alimentação como de treino. No ginásio, sabia que todos olhavam para si – a mulher de 220 kg numa elíptica. Por isso, fazia questão de dar tudo o que tinha e ser a mais esforçada entre todos presentes naquela sala.

Inicialmente ficava-se pela elíptica onde aumentou gradualmente o tempo de treino e a resistência da máquina.

Quando sentiu que estava mais à vontade e com maior resistência, passou a participar em aulas de grupo de ‘Pulse Fitness’; uma modalidade semelhante ao Zumba que a desafiou gradualmente.

Desengane-se quem achar que esta foi uma mudança fácil. Os resultados estavam cada vez mais à vista. Mas como em qualquer mudança, diariamente Lexi deparava-se com casos que a desafiavam a sair da linha.

Por exemplo, quando os amigos a convidavam para jantar fora, fazia por dar a volta ao plano e socializar noutras alturas. Caminhada ou uma ida ao cinema passaram a ser mais comuns com os amigos.

E porque nem sempre há vontade para treinar, havia noites em que se deitava com o fato de treino, para garantir que treinava de manhã. Outo método, era levar o saco de ginástica para o trabalho e promer a si mesma que não entraria em casa sem treinar.

Uma jornada acompanhada

Com a ideia de criar um diário pessoal, pouco depois do desafio inicial dos 30 dias, Lexi criou a página de Instagram ‘FatGirlFedUp’, hoje com mais de um milhão de seguidores. Lá, partilha parte do seu dia-a-dia, frases inspiradoras e fotos que comparam o seu antes e depois.

Também são várias as publicações em que se vê Danny, o seu marido, com quem partilha a jornada de perda de peso. Em dois anos, já perdeu 43 quilos.

Com os seus (muitos) seguidores, Lexi avança à Women’s Health que partilhou o processo de remoção de pele. Um passo que sempre viu como essencial. Se antes se sentia insegura em partilhar qualquer fotografia sua, hoje fá-lo, mesmo que mostre as peles por remover.

Esta confiança é pois um dos maiores ganhos para Lexi. Assim, passou de um estilo de vida bastante sedentário e que não respeita o corpo para uma rotina que se baseia no amor-próprio e constante cuidado com a saúde.

Veja na fotogaleria algumas fotos que mostram a evolução de Lex, dos 220 aos 78 kg.


Leia também:

https://www.womenshealth.pt/nutricao/30-pequenos-almocos-perder-peso/

Artigo via Women’s Health Austrália.

Brand Story