Menu
Inicio Perder Peso Aos 23 anos perdeu 20 kg e mudou radicalmente de vida

Aos 23 anos perdeu 20 kg e mudou radicalmente de vida

“Percebi que para perder peso é preciso adotar um estilo de vida e não uma dieta. Comecei a olhar para tudo de uma forma diferente”.

Joana Rodrigues

Há quatro anos podíamos ouvi-la dizer, com determinação: ‘Exercício? Nah!’. Joana Rodrigues, com 24 anos, não tinha uma vida ativa e sempre lidou com o excesso de peso: em parte pelo sedentarismo, em parte porque, diz, sempre gostou de comer. A adolescência foi marcada por “mil e uma dietas” que nunca deram resultado e que acabaram por afetar a autoestima.

Joana Rodrigues

No primeiro ano da licenciatura atinge o peso máximo e, a uma segunda-feira (“irónico, não é?”, pergunta-nos a sorrir) começa uma nova vida. Olá nova mentalidade, adeus dietas. A jovem natural de Braga cria um lema que sempre a acompanhou, quando cedia a tentações: recomeçar no segundo a seguir.

“Percebi que para perder peso é preciso adotar um estilo de vida e não uma dieta. Comecei a olhar para tudo de uma forma diferente”.

A perda de peso começou em abril de 2015, quando Joana passou a seguir um plano alimentar com porções e calorias controladas, a fazer um meal-prep semanal e iniciou a prática de exercício físico regular – com caminhada e aulas de ginásio. Em fevereiro do ano seguinte já tinha perdido grande parte do peso quando iniciou outra mudança na alimentação: eliminou a carne, depois os laticínios e o peixe. O processo foi mais interior do que exterior: “não tive problemas com o en­gordar ou emagrecer durante esta fase”, explicou.

A mudança e o estilo de vida Vegan tiveram um impacto positivo a nível psicológico. Mais feliz, tinha uma nova forma de encarar a vida. “O meu psicológico também ‘perdeu’ peso negativo”, confessou à WH. Depois de um período de perda de peso e exercício moderado, Joana começou a ser seguida por uma nutricionista funcional para um aconselhamento alimentar individual e específico. O objetivo continuava a ser perder massa gorda e tonificar.

Joana Rodrigues

Foi nesta fase que começou a treinar a sério: quatro vezes por semana, à tarde, com intensidade e rigor, tendo ganhado, gradualmente, 1 ou 2 kg de massa muscular.

“No fundo é sentir que sou saudável e isso nin­guém me pode tirar, é saber que consigo tratar e alimentar bem o meu corpo”, diz.

O que motiva Joana Rodrigues?

Lema de vida
“Tenho imensos lemas inspiradores que me motivam dia­riamente, entre eles: ‘Um corpo bonito é aquele que tem uma pessoa feliz dentro dele’ e ‘Sê mais forte do que a tua melhor desculpa’.

Quem a inspira
“A atriz Catarina Gouveia, a minha nutricionista, Catarina Lopes e muitos outros exem­plos de pessoas que lutam todos os dias pela saúde, como a Patrícia Rebelo (Juicy)”.

Snack favorito
“Fruta com pasta de amêndoa ou chocolate derretido, palitos de cenoura e pepino com húmus, frutos secos em porções e tenho sempre uma barrinha o mais natural possível”.

Exercício preferido
“Caminhadas ao ar livre, nadar no mar (ainda que fique aflita quando vejo peixes) e, para tre­inar cardio, aulas de grupo – a motivação é outra”.

Banda sonora
“No treino, prefiro músicas mexidas:de Reggaeton a Beyoncé, que dá sempre um boost de energia!”.

+WH: Também perdeu peso de forma saudável e gostava de contar a sua história na Women’s Health? Coloque a hashtag #omeucorpo ou #whtransformacao nas suas fotografias de Instagram ou envie-nos um email para [email protected]

Brand Story