Menu
Inicio Estilo Penélope Cruz é a cara de campanha contra o uso de pelo...

Penélope Cruz é a cara de campanha contra o uso de pelo animal

Cada vez mais marcas e designers respondem à pressão feita pela PETA contra o uso de pêlo verdadeiro na indústria da moda.

‘Make us purr, don’t wear fur’. A frase traduz-se em ‘Faz-nos ronronar, não uses pêlo’ e surge a acompanhar uma foto da espanhola Penélope Cruz com um gato ao colo. Esta é a imagem da mais recente campanha da PETA, a quem a atriz deu a cara. O motivo? Incentivar à mudança de atitude e acabar com o sacrifício animal por culpa da indústria da moda.

“Sou forte e opinativa. Estas qualidades trouxeram-me problemas na escola, quando lutava contra aqueles com quem não concordava. Faz parte da minha curiosidade pela vida”, disse à PETA, que vê a atriz como tendo a atitude que os animais mais precisam.

Esta não é a primeira vez que Penélope Cruz dá a cara por campanhas de sensibilização do género lançadas pela PETA. A atriz admite continuar a fazê-lo até ao dia em que “os animais deixem de ser enjaulados e mortos pelo seu pêlo” diz a própria, citada pela associação não-governamental. E ressalva, são cada vez mais os designers que se estão a tornar ‘fur-free’.

Entre vários designers e marcas de referência, destaca-se nomes como Michael Kors, Jimmy Choo, Versace, Jean Paul Gaultier ou John Galliano. Estes fazem parte da lista dos que recentemente assumiram o compromisso de, nos próximos anos, deixar por completo de usar pêlos, como resposta à pressão feita pela PETA.

Chanel adere ao movimento a favor dos animais

Mais recentemente, foi a francesa Chanel quem aderiu ao movimento de apoio e defesa dos animais. A casa de luxo assume, sob a voz de Bruno Pavlovsky, que vai deixar de usar peles exóticas como de crocodilo. Tal atitude justifica-se por ser cada vez mais difícil encontrar tais materiais através de meios de produção éticos.

Como alternativas, a Chanel tem vindo a desenvolver novos e mais sustentáveis materiais que sirvam como alternativa. A marca acredita que com esta mudança irá satisfazer os clientes que procurem o luxo da casa francesa.

Curiosamente, é Penélope Cruz quem protagoniza a linha Cruise, fotografada por Lagerfeld. O diretor criativo da Chanel e detentor de marca homónima também já negou o uso de peles.

Lembre-se que em setembro deste ano o movimento de defesa dos animais ficou marcado pela Semana da Moda de Londres. No evento, foi proibida a presença de qualquer peça ou acessório com pelo na passerelle. Será a resposta da Chanel reflexo de que esta mudança está finalmente a dar frutos?


Leia também

https://www.womenshealth.pt/estilo/10-sapatos-vegan-menos-100e/

Brand Story