Menu
Inicio Treino Estes são os 6 piores hábitos de fitness que pode ter adquirido...

Estes são os 6 piores hábitos de fitness que pode ter adquirido no confinamento

Eis alguns maus hábitos que pode adquirir se treina (ou treinou) em casa.

#EuTreinoEmCasa: Está na hora dos burpees

Treinar em casa pode ter muitas vantagens, mas existe uma desvantagem importante: o risco de lesão. Com o confinamento podemos ter adquirido alguns hábitos menos bons. O Body Coach, também conhecido como Joe Wicks enumerou à Women’s Health de Inglaterra seis erros que as pessoas cometem nas suas rotinas de exercício físico em casa. Ora veja.

Ignorar o aquecimento

Todas nós em algum momento já fizemos isto. Pode fazer sentido numa determinada altura, mas saiba que o resultado desta escolha poderá ser mau.

“Nos meus treinos no Youtube, tento encorajar as pessoas a fazerem o aquecimento, mas às vezes elas preferem saltar esta fase. Ao fazer o aquecimento, está a preparar as articulações e o corpo fica pronto para fazer um agachamento profundo sem ter o risco de se lesionar, por exemplo”, diz Wicks.

“Pode ser a parte mais enfadonha do treino, mas o aquecimento e o relaxamento são boas ferramentas para a flexibilidade e as articulações e, também, para se recuperar mais facilmente. Eu dou realmente importância ao aquecimento, nem que seja apenas três ou quatro minutos antes de começar o treino”, acrescenta.

Não se concentrar na sua forma

Nada se compara em ter um personal trainer capaz de apontar os seus erros na parte técnica dos exercícios. Infelizmente, esta é uma ajuda que fica mais complicada de se ter quando treina em casa. Por esse motivo, podemos entrar em má forma, mesmo sem perceber e continuar com os maus hábitos sempre que fazemos os exercícios.

“Um vídeo com um treinador a demonstrar a técnica pode ajudá-lo. Além disso, também é bom ter um espelho para se exercitar, pois, assim consegue ver a sua forma física”, diz Wicks.

Pensar que é tudo sobre o seu corpo

O exercício físico é tão importante para o seu corpo, como para a sua mente.

“Não pratique desporto apenas pelo seu corpo físico. Muitas pessoas só se exercitam pelo corpo, como se fosse um castigo”, diz Wicks. Pensar sobre os benefícios para a sua saúde mental vai ajudá-la a motivar-se e a não desistir do treino.

Achar que precisa de muito material para estar em forma

Um ginásio em casa bem abastecido pode ser algo muito bonito, mas também desnecessário. Mesmo que tenha pouco material, saiba que pode usar apenas o seu peso corporal.

“Eu realmente acho que tudo o que precisa é de um bom tapete de exercícios e de uma garrafa de água. Isto porque a maioria dos exercícios que eu pratico são de peso corporal”, afirma Wicks. Sim, este tipo de exercícios pode ser mais fácil do que os que exigem pesos. No entanto, pode torná-los mais desafiadores, desacelerando o seu movimento ou removendo um ponto de contacto com o chão. O que é que acha de fazer flexões apenas com um braço?

Só fazer alongamentos quando tem uma dor

Este é um aspeto muito importante que está ligado ao ponto um. Treinar dias a fio sem ter tempo para recuperar (ou sem alongar) pode também causar uma lesão. A melhor forma de evitar este problema é tornar os alongamentos parte da sua rotina de treino.

Além disso, o conselho de Wicks é não esperar até que tenha alguma dor que a coloque desconfortável. “Seja alguém que realmente pode mover todo o corpo e que trabalha todas as articulações. Desta forma, vai sentir-se muito mais confiante na hora que for treinar.

Não adaptar a sua rotina de exercícios ao seu estilo de vida

Tornar o seu treino o mais realista possível e adequado à sua rotina diária vai ajudar a garantir que este realmente aconteça. Não importa qual é a estratégia que definiu, mas torne-a o mais realista possível. Procure vitórias pequenas e consistentes, pois estas são as únicas garantias que contribuem para o progresso a longo prazo!

Brand Story