Menu
Inicio Uncategorized Onde encontrar motivação para perder peso?

Onde encontrar motivação para perder peso?

Teresa Silva
Onde encontrar motivação para perder peso?

Quando inicia uma dieta costuma sentir um grande entusiasmo e sente que é capaz de fazer qualquer coisa para perder peso? E o que é que costuma acontecer passado uma semana ou um mês? Sente que essa motivação e entusiasmo acabam por diminuir com o passar do tempo? Sente que está a fazer muito esforço e não está a ter os resultados que gostaria de ter e acaba por ficar frustrada e desmotivada?

Calma! Não é a única a sentir isso. Isto acontece frequentemente porque nós não somos máquinas. Somos pessoas que têm muito em que pensar no dia a dia, trabalho, família, amigos, tudo isto desperta emoções que podem atrapalhar durante a perda de peso. A nossa motivação não vai ser constante ao longo de um processo de emagrecimento, vai estar sempre a variar e nós precisamos de saber lidar com isso para não desistirmos. Existem algumas estratégias que nos podem ajudar nesses momentos, onde não nos sentimos tão motivadas.

Antes de mais, eu gostaria de esclarecer que existem dois tipos de motivação. Existe a motivação extrínseca, que é aquela motivação que recebemos do exterior. Por exemplo, quando uma amiga nos diz que estamos mais magras ou alguém reconhece que fizemos uma escolha mais saudável.

Existe também a motivação intrínseca, no coaching, é aquela que é mais trabalhada. Esta é a motivação que vem de dentro e que nos faz ter determinação para agir em prol dos nossos objetivos. Por exemplo, quando acordamos com vontade de cuidar de nós ou escolhemos ir ao ginásio porque temos um propósito muito forte.

Então, hoje eu vou apresentar três estratégias para conseguir aumentar a sua motivação intrínseca:

1 – Encontrar os motivos pelos quais quer emagrecer.

Se quebrar a meio a palavra “’motivação’ obtém duas palavras: Motivo + Ação.

Isso significa que para estar motivada precisa de ter motivos suficientemente fortes para ter determinação para entrar em ação.

Então, desafio-a a escrever os sete motivos pelos quais quer emagrecer e mudar a sua alimentação.

Será que está a fazer isto porque quer melhorar a sua auto estima? Ter mais qualidade de vida para poder passar mais tempo com a sua família? Ou ser uma inspiração e exemplo para alguém?

 

2 – Identificar as convicções limitadores e reprogramar a mente.

Muitas vezes fica desmotivada porque pode ter muitas convicções limitadoras em relação a si própria.

Uma convicção limitadora é nem mais nem menos do que um pensamento limitador. Este tipo de pensamento pode surgir na sua mente bloqueia-a e cria resistências para mudar determinado hábito ou comportamento. Ou seja, é quando já sabe tudo aquilo que te de fazer na teoria só que é difícil colocar em prática. Eu acredito que já possa ter sentido isto várias vezes e nunca descobriu o porquê.

Alguns exemplos de pensamentos limitadores são:

“ Eu não vou conseguir emagrecer. Já tentei várias dietas, comigo nada funciona.”

“ Eu acredito que tenho tendência genética para engordar. Nunca vou conseguir ser magra.”

“ Eu acredito que tenho de me esforçar muito para ter um bom resultado.”

Existem muitos e muitos pensamentos limitadores. O primeiro passo é identificá-los e depois perceber que eles não são verdades absolutas. Apenas decide acreditar naquilo e isso passou a fazer parte de si, quer seja por ter vivenciado experiências repetitivas ou algum trauma no passado.

O segundo passo é começarmos a entender os ganhos e as perdas que tem por estar a acreditar nesses pensamentos.

O terceiro passo é começar a reprogramar a sua mente com o pensamento oposto e mais fortalecedor.

É muito importante alinhar os seus pensamentos com aquilo que quer. Isto é, mudar a mentalidade para depois conseguir adquirir hábitos saudáveis consistentes e duradouros.

Só assim, é que vai conseguir emagrecer de forma mais rápida e sustentada, assim não volta a recuperar todo o peso que perdeu.

 

3 – Desafiar-se e comprometer-se com alguém.

Se se sente perdida, com muitas coisas para mudar ao mesmo tempo e não sabe por onde começar pode estar com falta de foco e isso prejudica a motivação.

Então, uma estratégia para ganhar mais motivação é estabelecer pequenas metas e desafios.

Quando temos uma direção clara a seguir o percurso torna-se muito mais fácil.

Por exemplo, pode colocar três desafios por semana: Beber 1,5 L de água diariamente; Comer vegetais ao almoço e jantar; Reduzir a quantidade de hidratos de carbono.

Os desafios têm o poder de nos conectar com aquela sensação de realização. Trazem mais confiança, valoriza as pequenas mudanças e sabe que está no caminho certo.

Para além disso, é importante comprometer-se com alguém. Assim, consegue validar os seus desafios e comemorá-los.

No emagrecimento, o objetivo não deve ser só o valor que aparece na balança!

Deve concentrar-se em tudo aquilo que já conseguiu alterar na sua alimentação, reparar na perda de volume, no bem-estar que já sente, na mudança de mentalidade que está a acontecer e em todos os benefícios que irá ter no futuro por ter escolhido tomar essa decisão de mudar!

Bom, e estas são as minhas três principais dicas para que consiga aumentar, ainda mais, a sua motivação na perda de peso! Agora, é colocar em prática!

Lembre-se de aproveitar esta caminhada do emagrecimento para descobrir ainda mais sobre si e perceber que é possível sentir-se uma pessoa saudável, mais confiante e feliz!

 

A especialista

Teresa Silva, Nutricionista & Coach de emagrecimento

https://www.dietaparaavida.com/ | facebook.com/dieta.para.a.vida/

Brand Story