Menu
Inicio Nutrição O que é melhor após a musculação: proteína ou hidratos?

O que é melhor após a musculação: proteína ou hidratos?

Sabe que o segredo para tornar o ganho pós treino mais eficaz está no processo de recuperação? E sabe a importância que a alimentação tem neste processo?

proteína ou hidratos

O levantamento de pesos quebra fibras musculares, que posteriormente recuperam maiores e mais fortes – é assim que nota o crescimento muscular. A proteína ajuda neste processo, e é por isso que muitas de nós opta por consumir proteína no pós treino, sempre que o exercício se foca em exercícios de força.

Mas será que a proteína é realmente melhor? Ou devemos preferir hidratos de carbono?

Um estudo publicado no Journal of Human Kinetics levanta esta mesma questão. Segundo a pesquisa, bebidas com alto teor em proteína não são mais eficazes do que as bebidas desportivas comuns – comummente ricas em hidratos de carbono – para promover a recuperação muscular e aliviar a dor.

O referido estudo contou com uma amostra de 30 homens entre os 20 e os 30 anos. Todos eles com bastante prática no levantamento de pesos. A amostra foi dividida em três grupos, a cada qual foi dada uma diferente bebida de recuperação: um grupo de recebeu uma bebida à base de whey; outros receberam uma bebida à base de leite e o grupo final, uma bebida de dextrose (hidrato de carbono).

Todas as opções contavam com cerca de 530 calorias. As proteicas, cerca de 33 gramas de proteína, 98 gramas de hidratos e 1 grama de gordura. Nem os pesquisadores nem os participantes sabiam quem iria receber qual bebida.

O método de análise

Todos os indivíduos analisados realizaram avaliações de força e potência, incluindo exercícios como lançamento de bolas medicinais e agachamentos com salto. Além disso, foram testados numa intensa sessão de treino de resistência, com exercícios de agachamento, supinos ou deadlifts.

Foi após este intenso treino que cada um dos indivíduos tomou a sua bebida. O teste foi repetido 24 e 48 horas depois – quando se espera que a dor muscular tardia se instale completamente.

Os autores do estudo pediram aos voluntários que avaliassem os seus níveis de dor muscular numa escala de 0 a 200, em que 0 indica nada dorido e 200, a pior dor de sempre.

Suplementos ricos em proteína ou hidratos?

Todos os homens apresentaram aumentos significativos nos níveis de dor muscular 24 e 48 horas após as sessões. As classificações para os três grupos subiram para mais de 90 da escala, em média. Tal número foi cerca de quatro vezes maior do que as avaliações iniciais, que variaram entre 19 e 26. Igualmente comum foi a redução na na potência e função muscular.

O mais relevante, no entanto, foi a falta de diferença na dor, desempenho ou recuperação entre os diferentes grupos. Todos se mantiveram bastante semelhante, independentemente de terem tomado hidratos de carbono ou proteína.

“Embora hidratos de carbono e proteína sejam essenciais para o reparo das fibras musculares após treinos intensos de força, a nossa pesquisa sugere que a variação do tipo de bebida imediatamente após o treino não influencia fortemente a resposta de recuperação nem reduz a dor muscular”, disse o principal autor do estudo Thomas Gee, em comunicado de imprensa.

Tal não quer dizer que uma nutrição equilibrada após o treino não seja relevante, explicou Thomas.

Brand Story