Menu
Inicio Saúde O que é a ‘tríade das desportistas’?

O que é a ‘tríade das desportistas’?

Uma denominação que pode assustar, principalmente pelas dúvidas que gera, mas que fazemos por lhe esclarecer neste artigo.

tríade das desportistas

A tríade das desportivas mais não é do que uma síndrome que inclui três transtornos bem definidos: amenorreia (falta de menstruação); osteoporose (densidade óssea abaixo da desejável) e uma dieta alimentar pouco saudável.

Considera-se amenorreia quando existem mais de três falhas de menstruação. Este problema deve-se a um transtorno hormonal e pode ser consequência de excesso de treino. Uma restrição calórica pode também estar na base deste problema. Confirmá-lo, passa por procurar a confirmação médica, uma atitude que deve ser sempre preferida à do ‘não deve ser nada’.

Nos homens, ao não haver menstruação, não é tão evidente esta carência hormonal, ainda que também possa acontecer. Neste caso, o mal será apenas confirmado após análises que devem ser feitas sob a forma de prevenção.

A osteoporose ou diminuição da intensidade óssea pode provocar lesões graves. Pode também levar a fissuras ou fraturas ósseas por stress ou overtraining. Também podem ocorrer problemas da mesma índole depois de deixar de treinar. Isto porque a perda de matéria mineral do osso provocada pela osteoporose é praticamente irreversível.

Uma educação alimentar pouco saudável é, fundamentalmente, a responsável pela amenorreia e osteoporose.

Dietas restritivas muito prolongadas ou mal planeadas são muito comuns na maioria da população em geral. E as mulheres desportistas não estão excluídas. Graças a uma alimentação precária, também podem surgir outros transtornos alimentares, tais como bulimia, anorexia nervosa ou ortorexia.

Em jeito de conclusão, quando se junta amenorreia e a osteoporose a uma conduta alimentar pouco saudável, é crucial atuar de forma rápida e contundente. É que as consequências desta tríade das desportistas pode perdurar toda a vida.

Se acredita que você ou alguma pessoa que conhece está nesta situação, peça ajuda a um profissional da saúde para ajudar a enfrentar e solucionar este problema.

Treinar é essencial, mas exceder os seus limites ou optar por caminhos que a afastem do que lhe pedido pelo próprio corpo pode sim levar a grandes riscos para a saúde. Não pense que no desporto não se aplica a regra do ‘tudo o que é em excesso, é mau’.

Brand Story