Menu
Inicio Uncategorized O medo que paralisa

O medo que paralisa

Mafalda Almeida
O medo que paralisa
Unsplash

Nesta publicação falamos de vida saudável e, obviamente que a saúde mental também faz parte desta equação.

Começo então por perguntar se uma mente que se alimenta de medos poderá ser considerada uma mente saudável. A minha resposta é sim! Se esses medos disserem respeito a algo que realmente exista, ou que tenha um real potencial de vir a acontecer.

O “problema” aqui está no facto de que, na grande maioria das vezes os medos se baseiam em previsões e preocupações que não passam disso mesmo. São razões que a nossa mente inventa para nos PRÉ-OCUPAR o raciocínio lógico, dando muitas vezes também lugar a emoções que podem não ser verdadeiras. São ilusões que temos, para nos mantermos na nossa zona de conforto.

Sim, a nossa mente pode jogar a nosso favor, se a soubermos treinar nesse sentido, mas também pode jogar contra nós, quando decide dar demasiado espaço ao medo do incerto.
A questão aqui é que as estatísticas nos dizem que 97% dos nossos medos não chegam a
acontecer, pelo menos da forma tão dramática como os prevemos ou esperamos. E aqui
aproveito para lhe fazer uma pergunta: o que é que já deixou de fazer na sua vida em nome de um medo de algo que nunca chegou a existir? Se a resposta for: muitas coisas, e não está na hora de começar a dominar mais os seus medos, conseguindo avançar na sua vida mesmo sabendo que eles existem. Como? Dando passos de coragem.

Ainda bem que os medos existem, porque, se não tivéssemos mesmo medo, com certeza que faríamos coisas que poderiam inclusive colocar em risco a nossa vida e a das outras pessoas.

Existem então duas hipóteses no que diz respeito à gestão do medo: ou aceitamos que este nos paralise, ou encaramos tudo o que ele implica e seguimos em frente, confiando nas nossas capacidades, confiando nas pessoas certas, nos momentos certos.

A boa notícia é que só depende de nós trazer os medos à consciência e decidir: o que vou fazer com eles hoje? Vou permitir que me paralisem, e assim comprometer a minha felicidade, o meu progresso, as minhas conquistas e o meu futuro? Ou mesmo sabendo que ele existe, vou provar a mim mesma/o que consigo caminhar em frente, com a estratégia certa? E agora pergunta você: Mafalda, como é que eu sei que a estratégia é a certa? Pois é… nunca vai saber. Mas se continuar a paralisar em frente ao medo, não vai obter resultados que comprovem ou não se alguma vez esteve certa. E… confie em mim, mais vale estar em andamento do que parada/o. A estratégia pode muito bem ser construída ao longo do caminho, e é aí que a magia acontece.

Obrigada pela confiança.

POR Mafalda Almeida

Executive Coach & Mentor | CEO @ Rising Academy | HR Board Advisor | Speaker | Corporate
Trainer | Author | DISC Analyst | Emotional Intelligence Expert
www.mafaldaalmeida.com
www.risinggroup.pt
[email protected]
Instagram: @mafalda_almeida_coach

Brand Story