Menu
Inicio Covid-19 O que tem de saber antes de fazer pão em casa

O que tem de saber antes de fazer pão em casa

É um alimento nosso, mas muitas vezes visto com maus olhos. Será o pão assim tão mau?

O que tem de saber antes de fazer pão em casa
  1. Vivemos numa era de mitos alimentares, de falsas teorias nutricionais, de enganadores especialistas não formados, de redes sociais que se assumem como bíblias inexatas da Nutrição. Vivemos numa era em que aquilo que colocamos no prato causa mais dúvidas do que os nutrientes que oferece. Mas serão os chamados ‘vilões atuais’, de facto, os maus da fita? A Women’s Health pediu ajuda a nutricionistas para desvendar a verdade absoluta.

Vejamos o que dizem sobre ao pão, um alimento que mais do que nunca marca presença na mesa dos portugueses e passou mesmo a ser confecioando em casa.

ANA ISABEL MONTEIRO – Nutricionista na Casa da Juventude de Famalicão e no Primefit Studio, também em Famalicão

“Alimento nosso, tradicional e que pode perfeitamente fazer parte da nossa alimentação. Devemos optar por pão com poucos ingredientes (farinha, água, fermento e sal) e, de preferência, integral, de centeio ou mistura. A evitar mesmo: pão de forma”.

 

RITA ROLDÃO – Nutricionista em Consultório Particular Ericeira, e Box Cross Fit Ericeira

“O pão branco, constituído por farinhas brancas e refinadas, não é de facto o mais indicado. A melhor sugestão é consumir o pão que é constituído por massa mãe, uma massa com levedura natural estável que pode produzir infinitos pães, desde que continue sendo alimentada na medida certa para que as bactérias se reproduzam. O que é produzido por fermentação natural precisa de menos glúten do que aquele feito com outros tipos de fermento. Outra curiosidade é que o produzido com fermentação natural contém lactobacilos encontrados somente nesse tipo de fermento e que contribuem para a digestão do mesmo, além de serem benéficos para a nossa flora intestinal”.

 

SANDRA RIBEIRO – Nutricionista no Hospital da Ordem da Trindade, no Porto

“É um excelente alimento se tivermos em conta os seguintes pontos: Ao escolher um pão escuro, certifique-se que a principal farinha utilizada é integral, porque a tonalidade mais escura do pão poderá ser conseguida com uma percentagem pequena de farinha naturalmente mais escura, o que torna de facto o pão escuro mas não tão rico em fibra como se usada uma farinha integral. Se comprar pão embalado, observe a lista de ingredientes – o primeiro ingrediente da lista é o que tem mais peso no alimento, logo se o primeiro tipo de farinha não tiver a designação integral o pão não terá uma riqueza em fibra tão significativa. A ingestão adequada de fibra é muito importante tanto para a saciedade como para a saúde intestinal. Outra preocupação que deverá ter não diz apenas ao pão que escolhe mas também ao que coloca lá dentro”.

 

TÂNIA TINOCO – Nutricionista na Clínica de Nutrição Tânia Tinoco

“Hoje em dia, o pão é visto como um vilão, no entanto, é um alimento saudável e que podemos incluir na alimentação. Temos de ter apenas em atenção a qualidade do pão, o peso médio de um pão deve ser 70g e devemos optar por pão feito com farinhas mais integrais”.

 

Mais sobre pão

O melhor pão de sempre? Nutricionista responde

Brand Story