Hábitos (não tão saudáveis) que a fazem engordar

  • Anterior
  • Próximo

    Será que tudo o que é saudável faz bem?

dieta, ganho de peso, balança

Nem tudo o que parece saudável é. E a prova é a dificuldade em perder peso mesmo quando se faz tudo 'certinho' (ou se acha que se faz).

Se segue uma alimentação que acredita ser saudável e mesmo assim os números na balança não param de aumentar, então o melhor é mudar a rotina. Sabia que a culpa pode estar em alguns do hábitos diários que, à partida, parecem inofensivos?

Clique nas imagens acima e fique a saber tudo o que parece ser um gesto saudável, mas que, na verdade, apenas a faz engordar.

    Trocar o açúcar por adoçantes

Todas nós sabemos que o açúcar refinado é um 'veneno', mas os adoçantes artificiais não são de todo a alternativa mais saudável. Pelo contrário.

Vários estudos têm mostrado que os adoçantes apresentam piores efeitos do que o açúcar 'branco', especialmente se estiverem presentes nos alimentos rotulados como 'light' ou 'sem açúcar'.

Se pretende adoçar alguns pratos, o melhor é optar pela fruta, pelas tâmaras ou pelo mel.

    Bebe smoothies diariamente... e várias vezes ao dia

Sejamos honestas: nem tudo o que é verde é saudável e os smoothies são prova disso. Quando têm mais do que dois tipos de fruta na sua composição, estes sumos ou papas assumem-se como bombas calóricas e açucaradas.

Se gosta de smoothies, coloque mais vegetais na receita e evite consumir diariamente.

    A 'refeição da asneira' é sempre o 'dia' da asneira

fast

Reservar uma refeição por semana para esquecer a dieta é uma estratégia que até se mostra eficaz e sem grande efeito negativo no peso, ao contrário do que acontece quando se reserva um dia por semana para comer tudo e mais alguma coisa. Na prática, é deitar por terra todo o esforço até agora feito.

    As barras de cereais são os snacks de eleição

barra cereais

Já leu com atenção o rótulo das barras de cereais que compra no supermercado? Pois bem, é possível que o açúcar e o óleo de palma estejam entre os ingredientes com maior quantidade. Apesar de se classificarem como 'saudáveis', as barras de cereais são alimentos processados que não trazem qualquer benefício para a saúde.

Opte por fazer barras de granola em casa, ou então compre aquelas que são adoçadas com tâmaras e frutos secos.

    Só come iogurtes light e 'low fat'

iogurte

Que o açúcar e a gordura saturada são inimigos, todas nós sabemos, mas serão os seus substitutos boas opções? Nem sempre.

Ao invés de comprar iogurtes magros de sabores (que contêm corantes e aditivos), opte por iogurte grego.

    Não dorme o suficiente

Há uma ligação direta – e cientificamente provada – entre a má qualidade de sono e a má alimentação.

Quando nos privamos do descanso, a nossa hormona da fome (grelina) é capaz de comprometer a hormona da saciedade (leptina), fazendo com que sintamos fome constantemente.

    Ignora a gema do ovo

As omeletas feitas com claras estão em voga, mas podem não ser tão nutricionalmente completas como pensamos.

Em causa, está a falta de vitamina D – presente na gema. A deficiência desta vitamina está associada ao aumento da gordura visceral.

    Deixou de comer glúten

gluten free

Se excluiu o glúten da alimentação mas não passou a fazer as receitas alternativas em casa, então temos más notícias.

Os alimentos comercializados como 'gluten free' são altamente processados e contêm ingredientes e aditivos associados ao ganho de peso.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend