kuzu

O mundo da alimentação está repleto de nomes cada vez mais difíceis de memorizar, mas há um que não irá sair mais da sua cabeça… nem da sua cozinha. Falamos do kuzu.

Trata-se do amido extraído da raiz da planta ‘Pueraria lobata’, originária da Ásia e que é usada na medicina tradicional asiática há mais de 2.000 anos. E qual a sua aparência? A da farinha, sim, um pó branco com sabor neutro.

O kuzu, enquanto amido, “serve para espessar molhos”, explica Rosalina Silva, coordenadora do Curso de Macrobiótica no Instituto de Macrobiótica de Portugal. Mas o seu ‘poder’ vai além de substituir a farinha e tornar as receitas mais saudáveis e nutritivas.

Diz a especialista que este alimento é usado “pelas suas propriedades terapêuticas”. “Tomado sozinho ou em conjunto com outros alimentos, ajuda a reforçar o sistema imunitário, facilita a digestão, ajuda a repor a flora intestinal tendo ótimos resultados em casos de diarreia e outros problemas intestinais. Ajuda ainda em casos de constipação, febre e tensão muscular assim como em problemas de acidez no estômago”, destaca.

Para preparar este superalimento basta dissolvê-lo em água quente. Se a água estiver a ferver, corre-se o risco de todas as propriedades desaparecerem.

“Não deve ser tomado durante mais do que um mês seguido”, alerta Rosalina.

Aprenda a usar kuzu com uma receita bem doce!

 

Panquecas de kuzu com compota de morangos e frutos vermelhos

8-10 porções | 229 kcal | 5 gr de gordura saturada | 9 gr de açúcar

Para a compota

  • 150 gr de morangos, 80 ml de água
  • 1 colher de chá de xarope de agave
  • 5 gr de kuzu

Para as panquecas

  • 150 gr de farinha sem glúten
  • 90 gr de amêndoas
  • 1 colher de chá de fermento
  • ½ colher de chá de bicarbonato de sódio
  • uma pitada de sal rosa dos Himalaias
  • 1 ovo
  • 300 ml de leite vegetal
  • 50 ml de xarope de agave
  • ½ colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 colher de chá de azeite e um punhado de arandos e framboesas

Mãos à obra:

  1. Comece com a compota: Misture os morangos, a água e o agave numa frigideira e cozinhe em fogo lento até que a fruta se desfaça. Junte o kuzu para que a mistura fique espessa. Quando a textura estiver do agrado, tire do lume.
  2. Passemos às panquecas! Misture numa taça a farinha, as amêndoas, o fermento, o bicarbonato e o sal.
  3. Num outro recipiente, bata o ovo e junte a bebida vegetal, o agave e a baunilha. Tudo misturado? Agora junte os ingredientes secos e envolva.
  4. Ponha o azeite numa frigideira (muito importante que seja antiaderente). Quando estiver quente, verta a massa para uma panqueca. Quando a massa estiver a borbulhar, vire a panqueca. Repita até terminar a massa.
  5. Sirva as panquecas com compota e com arandos e framboesas. Bom proveito!

 

Tudo-em-um

Gelatina: Junte um colher de chá de kuzu aos sumos de fruta (e pronto!)

Molhos: Aqueça-o com leite de arroz e especiarias e fica com um bom molho para massa.

Batido: Misture com leite de amêndoa, canela, noz-moscada e maca.

 

Leia também

Switchel. Conheça a bebida isotónica que pode ser a nova Kombucha

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend