Menu
Inicio Saúde Esta mulher mostra o que acontece quando se faz solário e não...

Esta mulher mostra o que acontece quando se faz solário e não se usa protetor

Anos a fio de solário e de exposição solar desprotegida oferecem muito mais do que um tom bronzeado intenso. O risco de cancro é uma realidade e Margaret Murphy é o exemplo disso.

Anos a fio de solário e de exposição solar desprotegida oferecem muito mais do que um tom bronzeado intenso. O risco de cancro é uma realidade e Margaret Murphy é o exemplo disso.

Aos 47 anos, e depois de um primeiro diagnóstico de psoríase feito há sete anos, esta escocesa desenvolveu células pré-cancerígenas no rosto à boleia da procura por uma pele super bronzeada.

As idas à praia sem protetor solar e as constantes visitas ao solário levaram a que ficasse com o rosto totalmente vermelho, inflamado e até mesmo com zonas a descamar.

“Infelizmente, todo este bronze adorável tem um preço a pagar. Agora eu tenho células pré-cancerígenas no meu rosto e comecei o tratamento para removê-las, eu tenho que usar um creme que vai queimá-las, aparentemente é muito doloroso e horrível como o semanas passam, mas o lado bom é que deve livrar-me das células e tratamento e é apenas por um mês”, conta Margaret.

O tratamento, para já, tem sido feito em casa e com recurso a fluorouracil – uma espécie de quimioterapia caseira que ajuda a travar o desenvolvimento e intensidade das células pré-cancerígenas.

A terapia dura um mês e tende a agravar a aparência do rosto ao mesmo tempo que deixa a pele mais sensível à dor.

Share share share.

Publicado por Mag's Murphys Journey em Segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

 

Após os danos do solário, cria página de Facebook para alertar

Na sua página de Facebook Mag’s Murphy Journey (criada em janeiro deste ano), Margaret tem documentado a sua luta contra as consequências do mau comportamento perante o sol.

“Estou a partilhar isto para tentar aumentar os alertas sobre os danos que o sol causa e sobre a importância de usar protetor solar”, escreve nas redes sociais.

O relato da mulher conta com imagens bem gráficas do estado do seu rosto e com descrições que fazem qualquer pessoa pensar. “As manchas na minha testa mais parecem que alguém lá apagou um cigarro”.

Além disso, a mulher partilha também os novos cuidados que tem com a pele e um deles é o uso diário de protetor solar com fator de proteção 50.

 

Clique nas imagens acima e veja o antes e depois de Margaret – atenção, as imagens podem ser chocantes.

 

Leia também

https://www.womenshealth.pt/beleza/prova-do-sol-solares-um-verao-protegido/

Brand Story