Menu
Inicio Beleza Missão: Pele firme a tempo do verão

Missão: Pele firme a tempo do verão

Missão: Pele firme a tempo do verão

Já estamos na primavera e, num abrir e fechar de olhos, estaremos deitadas na nossa praia preferida. Neste verão, vamos fazê-lo sem preocupações com o corpo. Eis um guia prático de beleza nesse sentido.

Chega a primavera e, com os primeiros raios de sol, chega também a preocupação com o corpo. Já todas sabemos que devemos preocupar-nos com a nossa imagem o ano inteiro. Mas não podemos negar que é nesta altura que tendemos a cuidar mais da nossa beleza. Na Women`s Health sabemos isso. Por isso, preparámos as melhores dicas e produtos (já lá vamos) para combater os problemas “beauty” que mais nos preocupam na hora de destapar o corpo.

Estrias

Sim… essas linhas finas indesejáveis que parecem ter o poder de nos fazer usar uns leggings até acima da anca em vez de calções para fazer exercício num dia quente de primavera. As estrias são cicatrizes que se produzem por um rasgo na derme, que origina uma rutura das fibras de colagénio e elastina.
As razões? Mudanças bruscas de peso, gravidez, perda de hidratação ou alterações hormonais. As zonas favoritas são o peito, ventre, coxas, nádegas e abdómen. Quando surgem as estrias e ainda estão avermelhadas ou róseas, é possível tratá-las com retinoides, porque estimulam a produção de colagénio e melhoram a elasticidade da pele.

Cicatrizes

Se o seu problema são as cicatrizes, fuja do sol. A exposição aos raios UV intensifica a sua cor e torna-as mais visíveis. Por isso, se tem uma cicatriz recente, a primeira preocupação é a de protegê-la e o ideal será durante um ano, com roupa, tiras e protetor solar com um filtro elevado. Se a cicatriz é antiga, pode utilizar um penso de silicone ou poliuretano. Estes emplastros são hipoalergénicos, microporosos (para que a pele respire) e resistentes à água. No caso de queloides – lesões mais graves, resultantes de uma sobreprodução de colagénio, produzidos por queimaduras, cirurgia ou feridas traumatológicas – é mais difícil de tratar.

Tudo depende do queloide: há peles que têm mais propensão a fazê-lo e, na maioria dos casos, é muito difícil o tratamento. Um dos possíveis tratamentos e com resultados significativos é o Laser VBeam – Tratamento a laser com um sistema de arrefecimento simultâneo que atua ao nível da derme, o que permite deixar a camada superficial da pele intacta, sendo também o tempo de recuperação mais curto. O número de sessões é variável.

Celulite

A perfeição existe… no papel. Na verdade, só o photoshop é capaz de conseguir um corpo 100% livre de celulite, porque as mulheres de carne e osso dificilmente se livram desta. Esta alteração estética na superfície da pele afeta entre 85% a 98% da população feminina a partir da adolescência. Por isso, é um dos assuntos mais falados – no trabalho, no ginásio, com as amigas… quando chega o bom tempo.

Sabe-se que a vida sedentária, as dietas ricas em gorduras e hidratos de carbono, o stress, o abuso de tabaco e álcool e medicamentos (histamínicos, tratamentos para tiroide e para o coração) contribuem para o seu agravamento. Também as hormonas têm um papel importante: a celulite intensifica-se com a ingestão de estrogénios, anticoncetivos e com a gravidez. Felizmente, há muitos tratamentos e cosméticos que ajudam a atenuar e eliminar essa acumulação de tecido adiposo que pode formar nódulos e covinhas que causam o aspeto pele casca de laranja.

Falamos da aplicação de produtos de cosmética, tratamentos farmacológicos ou mecânicos (como a pressoterapia, mesoterapia ou a drenagem linfática). Também os tratamentos cirúrgicos (como a lipoaspiração, lipoescultura ou laser de lipólise) são opção. Nos últimos tempos, têm-se desenvolvido novos tratamentos, que permitem tratar a celulite de uma forma não invasiva e segura. Ultrassons, ultracavitação, radiofrequência ou laser de baixa frequência são alguns deles.

Conheça alguns dos mais realizados:

Radiofrequência anticelulite e antiflacidez- Venus Legacy.

Tratamento que combina a tecnologia MP2, resultante da associação de radiofrequência multipolar e pulsos magnéticos, com vácuo. Mínimo seis sessões, para uma zona específica do corpo, uma vez por semana. 90€/sessão.

LPG Médico

Trabalha em maior profundidade e, por estimular de forma apurada o sistema linfático e venoso, favorece as vias de eliminação. Assim, restabelece-se a normal função circulatória, e desta forma, a celulite. 5-20 sessões consoante os volumes e grau inicial da celulite. 80€/sessão. Clínica de Nutrição do Porto e Lisboa.

Percorra as imagens da galeria acima e conheça as escolhas Women’s Health para diminuir ou eliminar estes problemas.

Brand Story