Menu
Inicio Nutrição Os três micronutrientes que as atletas jamais devem esquecer

Os três micronutrientes que as atletas jamais devem esquecer

Os micronutrientes têm um papel mais importante na saúde do que pode imaginar. E é quem pratica exercício físico que deve prestar ainda mais atenção.

micronutrientes

Quem pratica exercício físico sabe o quão importante é a alimentação para a performance, para a recuperação e para o bem-estar. Mas tais atletas tende a centrar as suas atenções quase exclusivamente nos macronutrientes. Ou seja, na proteína, hidratos de carbono e gordura.

Contudo, a chave do sucesso do bom rendimento físico e da boa saúde física e mental está nos micronutrientes. Mais concretamente na vitamina D, no ferro e no zinco.

O alerta foi dado pelo especialista espanhol Fernando Mata, um dos nomes a marcar presença no Exercise Summit, que decorreu este sábado no Lagoas Park, em Oeiras.

Segundo o diretor do Nutriscience, os micronutrientes atuam diretamente em todo o organismo e podem mesmo ser determinantes em fatores como os níveis de energia, a saúde mental e a qualidade do sono – um trio que interfere de forma significativa no bem-estar de quem pratica exercício físico.

 

Os três micronutrientes que as atletas jamais devem esquecer

No caso das mulheres, os micronutrientes podem ter ainda mais impacto. O ferro, por exemplo, é fundamental para fazer frente à perda de sangue. Aspeto que acontece todos os meses à boleia da menstruação.

De acordo com o especialista, a carência de ferro está associada a diagnósticos de anemia e a estados de fadiga muscular, podendo ainda interferir com as hormonas tiroideias. E tal como explicou também no Exercise Summit o médico Jaime Milheiro, basta uma hormona estar em excesso ou em defeito para que se acabe toda a sinfonia hormonal e os problemas de saúde comecem a aparecer).

Mas existem outros dois micronutrientes que merecem destaques. E aqui, Fernando Mata falou da vitamina D e do zinco.

Vitamina D

Pode ser obtida com a exposição solar diária e protegida e é fundamental para a boa saúde óssea, uma vez que promove uma maior sintetização do cálcio. É igualmente fundamental para a saúde mental. De facto, esté cientificamente provado que bons níveis de vitamina D reduzem sintomas de depressão e ansiedade.

Zinco

No que diz respeito ao zinco, mineral que atua como escudo protetor do sistema imunitário, é como uma base e requisito mínimo para a boa saúde. Assim esclareceu o especialista.

…e mais

Apesar do ferro, da vitamina D e do zinco serem os nutrientes que melhor zelam pela imunidade dos atletas – em particular do sexo feminino -, Fernando Mata não quis terminar a apresentação sem mencionar as vitaminas do complexo B (saiba mais aqui) e o cálcio (que deve ser combinado com vitamina C para uma maior eficácia).

Na prática, a boa alimentação é a melhor forma de dar ao corpo tudo o que necessita. A suplementação jamais deve disfarçar as más escolhas alimentares, frisou o especialista. Ainda assim, uma dieta vegan ou vegetariana restrita acompanhada por um profissional não coloca a saúde em risco, alerta.

Brand Story