Menu
Inicio Living Maya Gabeira: “Entrar para o Guinness foi o realizar de um grande...

Maya Gabeira: “Entrar para o Guinness foi o realizar de um grande sonho”

A surfista Maya Gabeira entrou para o Guinness, na segunda-feira, por ter surfado uma onda de 20,72 metros no ano passado, na Nazaré. A proeza foi conseguida aos 31 anos, mas desde os 14 que a brasileira se dedica à modalidade. Aos 17 anos mudou-se para o Havai, onde começou a deslizar em ondas gigantes.

“Sempre adorei a adrenalina, o desafio e também a sensação de estar totalmente presente que o desporto me proporciona. Entrar para o Guinness foi o realizar de um grande sonho“, explicou à Women’s Health Maya Gabeira (clique na imagem acima e percorra a galeria para ver mais fotos da surfista).

Mas nem só de sucessos se tem feito a carreira da recordista. Em 2013, quando tentava bater o recorde que ontem conquistou, também na Nazaré, sofreu uma queda aparatosa que a deixou à beira da morte – o vídeo abaixo mostra este momento.

A carregar vídeo...

“Faltava-me mais experiência nas ondas da Nazaré e tivemos algumas falhas de segurança. Foi uma grande lição e hoje sinto-me muito mais preparada e segura“, recordou a surfista.

E onde conseguiu ir buscar forças para ultrapassar este mau momento? Nas pessoas que sempre a apoiaram durante todo o processo.

“Senti que tinha quebrado mais uma barreira de medo e inseguranças.”

“Foram 3 anos de muita reabilitação, algumas cirurgias e um trauma, mas com muito trabalho consegui manter-me focada e empenhada em voltar às ondas gigantes. Voltei ao mar muito rápido, mas foi difícil voltas às ondas gigantes. Procurei forças nas pessoas à minha volta e também ganhei confiança com a minha preparação”, sublinhou a brasileira.

Quando regressou à Nazaré e conseguiu surfar nesta onda de 20,72 metros (pode ver o vídeo abaixo), Maya Gabeira sentiu que tinha superado mais uma barreira na sua carreira.

“Senti que tinha quebrado mais uma barreira de medo e inseguranças. E depois do alívio senti-me muito satisfeita. Preparo-me há muitos anos, é o resultado de um longo trabalho como atleta“, revelou a recordista.

A carregar vídeo...

Atualmente em Portugal, onde costuma vir passar cinco meses por ano, a surfista revela-se uma verdadeira apaixonada pelo nosso país.

“As ondas, o povo e a comida são especiais. Além da imensa costa ainda pouco habitada. Amo a simplicidade e simpatia do povo português. Sinto-me em casa”, acrescentou Maya Gabeira.

Cátia Carmo

Clique aqui e siga-nos no Instagram


Leia também:

https://www.womenshealth.pt/treino/12-surfistas-mesmo-conhecer/

Brand Story