A torrada caiu ao chão? Quão eficaz é a regra dos cinco segundos?

É melhor pensar duas vezes antes de apanhar aquele alimento que caiu ao chão.
cinco segundos

A torrada caiu ao chão? Vai comê-la ou fazer uma nova?

Esta é possivelmente uma das dúvidas mais comuns ao pequeno-almoço, mas uma investigação concluiu que a famosa regra dos cinco segundos não é assim tão infalível no que respeita ao risco de bactérias.

O estudo de Paul Dawson, professor de Ciência Alimentar na Clemson University, EUA, concluiu que a quantidade de bactérias que são transferidas para os alimentos não depende do tempo que a comida está em contacto com a superfície contaminada.

 

Então, o risco encontra-se onde?

A quantidade de bactérias presentes no chão é mais ‘perigosa’ do que o período de tempo em que o alimento lá está.

Adicionalmente, o tipo de superfície também é determinante: ao deixar cair comida, é melhor se esta for parar à carpete do que, por exemplo, à madeira ou azulejo.

É que, enquanto no primeiro caso, apenas 1% das bactérias são transmitidas, nos outros dois o valor de contaminação varia entre 48 e 70%.

É, no entanto, necessário ter em conta que, ainda que possamos ficar doentes com apenas uma pequena dose de bactérias, é pouco provável que a pior de todas (como a E. Coli) esteja presente na generalidade das superfícies, explica o investigador.

Ainda assim, se tal acontecer, a famosa regra não tem qualquer efeito.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend