Menu
Inicio Nutrição Decore este nome: Lectina. É por isto que os alimentos saudáveis fazem...

Decore este nome: Lectina. É por isto que os alimentos saudáveis fazem engordar

Não são apenas as más escolhas que nos fazem engordar, também os alimentos saudáveis têm culpa e tudo à boleia de uma proteína muito concreta. Decore este nome: Lectina.

Cetogénica, paleo, sem glúten. Há sempre uma dieta na moda que surge todos os anos, ostentando uma extensa lista de alimentos que se podem e que não se podem comer, minando o campo de compras no supermercado.

No seu livro The Plant Paradox, Steven Gundry, cardiologista e cirurgião cardíaco no sul da Califórnia, afirma que qualquer alimento com a proteína vegetal lectina é o pior inimigo quando se quer perder peso.

Mas há que saber uma coisa sobre as lectinas: São encontradas em alimentos que sempre achou que seriam bons para si – como os grãos integrais, a abóbora, os tomates, os feijões e muitas proteínas animais. E esta é apenas uma pequena lista.

Gundry diz que eliminar estes alimentos pode diminuir a inflamação e estimular a perda de peso, levando a um estilo de vida mais saudável no geral.

 

O que é, na verdade, a lectina?

As lectinas são proteínas naturalmente encontradas em muitos alimentos, especialmente grãos e feijões.

Estas proteínas gostam de se juntar aos hidratos de carbono, o que pode ajudar as células a interagir e comunicar umas com as outras.

Nas plantas, as lectinas jogam à defesa, diz Gundry à WomensHealthMag.com. São como as plantas a protegerem-se de serem comidas. Ao fazerem os insetos e animais sentirem-se mal do estômago, as lectinas desencorajam-nos de comer plantas novamente.

Nos humanos, Gundry diz que comer lectinas provoca uma resposta inflamatória – que pode levar ao ganho de peso e outras condições de saúde graves, como a síndrome do intestino irritável.

Mas é esta proteína assim tão inimiga da saúde e boa forma física? Analise os prós e contras nas imagens acima.

Afinal, há estudos que associam as leguminosas à perda de peso – e pode tudo depender de um simples truque caseiro!

 

[Artigo originalmente publicado em www.womenshealthmag.com]

Brand Story