Menu
Inicio Saúde Implantes podem causar cancro… mas não na mama

Implantes podem causar cancro… mas não na mama

A colocação de implantes mamários é uma das maiores tendências do mundo da cosmética. Embora seja um procedimento bastante comum há um risco de cancro.

implantes

 

A colocação de implantes mamários é uma das maiores tendências do mundo da cosmética. Embora se trate de um procedimento invasivo bastante comum e, à partida, seguro, existem alguns riscos associados. E um deles diz respeito ao cancro.

Depois de terem surgido casos alarmantes em França, a FDA – Food and Drugs Administration, agência norte-americana que regula os medicamentos à venda no país, vem agora reforçar a ideia de que os implantes mamários podem estar associados ao aparecimento de vários tipos de cancro, à exceção do cancro da mama.

Na verdade, diz o organismo, citado pela Women’s Health dos Estados Unidos, é o linfoma não-Hodgkin – chamado de cancro do sistema imunitário – a consequência oncológica mais associada deste procedimento estético. O nome da patologia é linfoma anaplásico de grandes células associado ao implante de mama (BIA-ALCL, sigla em inglês) e o tumor ou célula cancerígena é muitas vezes encontrada na cicatriz ou nos fluidos junto ao implante, acabando por existir o risco de se propagar por todo o corpo.

Segundo o Infarmed, apenas duas em cada 10.000 utilizadoras de implantes mamários corre o risco deste tipo de cancro.

Apesar de se tratar de uma consequência grave, o cancro associado ao implante mamário é raro e de fácil tratamento.

 

+WH: Percorra as imagens acima e fique a conhecer todas as causas de cancro já conhecidas!

 

Brand Story