Menu
Inicio Living “Há treinos tramados”. Como Isabel Silva combate o stress através da corrida

“Há treinos tramados”. Como Isabel Silva combate o stress através da corrida

A apresentadora aproveitou a partilha que fez sobre um livro que está a ler atualmente, com foco no burnout, para relacionar este tema com a prática de exercício físico.

Making of de Isabel Silva para a capa da Women's Health

Uma foto sua, num dos muitos treinos de corrida que pratica, seguida da foto da capa do livro “Burnout – O segredo para quebrar o ciclo do stress da mulher”. “É realmente fantástico a ligação que consigo fazer com as duas imagens desta publicação”, escreve Isabel na legenda, numa partilha com os seus seguidores a quem alerta, através do seu testemunho pessoal, para a importância de se praticar exercício físico.

Fotografia: @iamisabelsilva
Fotografia: @iamisabelsilva

Para a apresentadora, a exigência que os treinos na pista exigem são os momentos em que consegue ter atenção plena ao que se está a passar no seu corpo. “Por muitos problemas, ansiedades, tristezas que possa ter, naquele momento do treino não há cá tempo para pensar nestas coisas, caso contrário não vou conseguir cumprir os objetivos do treino. Há treinos tramados, alguns deles estão sempre a tocar na “red line””, escreve.

Além de ser uma forma de trabalhar a sua melhor versão, como diz a própria, melhorando a sua performance, aquele esforço físico é também um meio de “fechar qualquer ciclo de stress” que tenha em si naquele momento.

“A atividade física é a melhor e mais importante estratégia para completar o ciclo de resposta ao stress”

Não é a primeira vez que Isabel Silva relaciona os benefícios do treino à saúde mental, mas o comprovar que há bases científicas – descritas no livro que partilha – que comprovam aquilo que sente levou a maratonista a falar novamente sobre o tema.

“Diz o livro: “Sabe porque é que toda a gente lhe diz que o exercício físico faz bem? A razão é esta: a atividade física é a melhor e mais importante estratégia para completar o ciclo de resposta ao stress. É a primeira linha de ataque na batalha contra o burnout””, escreve, concluindo que “se a vida flui, depois do treino até voa mais alto; se a vida nos coloca à prova, a corrida dá força e clareza. Isto é absolutamente maravilhoso”, remata.

Fica a sugestão de leitura

Isabel dedica esta partilha a “todas as mulheres que se sentem sobrecarregadas por tudo aquilo que têm de fazer e que, ainda assim, temem não fazer o suficiente. E por vezes vem a exaustão emocional”, aponta, terminando com um conselho: “A alegria e o sofrimento fazem parte da condição humana. Partilharmos as nossas emoções e estratégias para nos superarmos é das coisas que mais me alivia e faz feliz. Partilhar faz bem e faz-nos perceber que afinal… somos todos humanos.”

O livro, de autoria de Emily e Amelia Nagoski, está à venda nas livrarias portuguesas por 17,70€ e sustenta-se num plano de base científica para ajudar mulheres a minimizar o stress, controlar emoções e combater a fadiga, “num mundo onde temos muito mais a provar do que os homens”, descrevem.

Brand Story