Menu
Inicio Novidades Filmes feministas e outras surpresas no 15º Festival de Cinema de Terror

Filmes feministas e outras surpresas no 15º Festival de Cinema de Terror

Saiba o que esperar da edição deste ano.

MOTELX - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa

As datas já estão confirmadas. De 7 a 13 de setembro, o cinema de São Jorge, em Lisboa, recebe o 15º Festival de Cinema de Terror cuja programação pretende, mais uma vez, não só entreter e alargar os horizontes culturais, mas também desconstruir estereótipos.

Se em 2020, o foco recaiu sobre as questões de racismo sistémico, este ano, serão salientadas as questões de igualdade de género.

Desta forma, vão fazer parte do cartaz vários filmes feministas, como “Black Medusa”, de Ismaël e Youssef Chebbi, “Violantion”, de Madeleine Sims-Fewer e Dusty Mancinell, entre outros.

Mas, o cartaz não se fica por aqui. “Se desconstruir estereótipos é uma das premissas omnipresentes desta edição, reflectir sobre a memória pessoal e colectiva quando se assinalam 60 anos do início da Guerra Colonial é o chapéu para o Quarto Perdido desta edição intitulado O Coração das Trevas Português – A Trilogia (Inacabada) do Ultramar”, lê-se no comunicado da organização.

Além disso, até dia 2 de agosto, “o público pode ainda submeter curtas até 2 minutos, feitas em telemóvel, tablet ou webcam, que serão a matéria-prima para a secção microCURTAS”, lê-se no comunicado.

À semelhança das edições anteriores, algumas atividades culturais e artísticas acontecerão de 2 a 4 de setembro, antes do início do festival.

Brand Story