Menu
Inicio Saúde O exercício físico que ajuda a combater a depressão

O exercício físico que ajuda a combater a depressão

Quando treinamos, o nosso organismo liberta endorfina, uma hormona ligada ao bem-estar. Por isso, a atividade física promove a saúde física e a mental.

Treino: Faça estes movimentos conscientes do corpo e da mente

Caminhar, correr, fazer cycling, ou dançar são alguns exercícios muito comuns nos ginásios e atividades fáceis de desenvolver no dia-a-dia. Existem vários tipos de exercícios, desde o aeróbico, aos que promovem a força, resistência ou apenas o fortalecimento muscular. Mas alguns podem ser mais benéficos do que outros, dependendo do objetivo.

Quando treinamos, o nosso organismo liberta endorfina, uma hormona ligada à sensação de bem-estar, conforto e alegria. Por isso, todos os tipos de atividade física são bons não só para os músculos, como também para a saúde mental. Note que a saúde mental é uma questão ainda pouco debatida e que os problemas deste foro são mais comuns do que o que poderia pensar. Para saber mais sobre saúde mental, leia este artigo sobre o tema.

 

Exercício aeróbico: Bom para o corpo e para a mente

Ao pensarmos nos exercícios aeróbicos, facilmente entendemos que o seu principal objetivo é utilizar o oxigénio presente no organismo. Por definição, ‘aeróbico’ significa exatamente o ato de acelerar a respiração e também o consumo de oxigénio. Este tipo de treino inclui todos os tipos de exercícios, especialmente os que mantêm níveis de intensidade moderados, durante um longo período de tempo, mantendo o ritmo cardíaco também elevado.

Aqui utilizamos o oxigénio presente no organismo para queimar a gordura corporal. Um estudo de 2013 promovido pelo Centro Médico da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, demonstra que o exercício aeróbico é eficaz na perda de peso, quer de mulheres como de homens.

Não fugindo à regra, o treino aeróbico gera níveis de bem-estar elevados e tem ainda um efeito antidepressivo. Estas são as conclusões do estudo conduzido por investigadores da Universidade de Thessaly, na Grécia. Este estudo contou com a participação de 455 adultos (entre os 18 e os 65 anos) que sofriam de depressão.

O objetivo central focava-se em perceber se o treino aeróbico tinha ou não bons resultados nestes pacientes. De facto, quem realizou exercício aeróbico, durante cerca de 45 minutos mostrou resultados muito positivos no combate à depressão. E bastaram 3 treinos por semana com intensidade moderada.

Estes resultados foram ainda comparados com os obtidos pela medicação, tendo sido mais benéfico o exercício do que a farmacologia e algumas terapias psicológicas. Esta investigação durou nove semanas, mas outros estudos provavam a eficácia do exercício aeróbico em intervenções mais curtas, com apenas um mês de duração. Ioannis D. Morres, principal investigador deste estudo afirma mesmo que, “coletivamente, este estudo descobriu que exercício aeróbico supervisionado pode ajudar no tratamento da depressão“.

 

Alguns benefícios do exercício aeróbico

  • Diminuição da gordura corporal
  • Redução níveis de ansiedade e stress
  • Aumento da qualidade do sono
  • Ganho de massa magra
  • Aumento de energia

 

Quantas vezes devo treinar por semana?

As recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam para os que adultos (entre os 18 e os 64 anos), sem problemas de saúde, devem praticar cerca de 150 minutos de exercício físico de intensidade moderada durante a semana, ou pelo menos 75 minutos de exercício intenso.

O ideal, segundo a OMS é que alterne estes dois tipos de treinos. Mas para obter resultados ainda mais significativos, deverá aumentar o exercício moderado para 300 minutos semanais.

Brand Story