Menu
Inicio Treino Um treino de 30 minutos chega para suar?

Um treino de 30 minutos chega para suar?

Com treinos em casa, vários são os treinos de intensidade alta ou média, ou mesmo mais ‘leves’ de curta duração. A questão é: são suficientes?

treino em casa

Mesmo antes de nos vermos obrigadas a ficar em casa e readaptar qualquer rotina, o exercício físico mais soft, como uma caminhada, levantava questões. Será suficiente para ‘contar’ como exercício?

Agora, com Portugal em quarentena voluntária, em que os dias são passados em casa salvo exceções como ir ao supermercado ou passear o cão, provamos que sim. Um treino mais curto pode ser bem eficaz.

Resta-lhe ser original na escolha dos treinos para por em prática em casa. E se num dos dias o treino for mais curto e menos intenso, pense que fez o mais importante. Ficou em casa, adaptou-se, manteve uma rotina e não deixou de cuidar do seu corpo e mente.

Rosário Abrantes, personal trainer no Fitness Hut de Oeiras, esclarece a questão. E introduz a sua resposta com um ‘depende…’

As variáveis de treino que pode ‘manipular’ são a frequência, intensidade, tempo (duração) e o tipo de treino. Para além disso, é o seu nível de condição física que determina a resposta ao exercício. O total de dispêndio calórico de uma sessão de treino resulta da combinação entre a intensidade e duração.

Assim, para uma duração de 30 minutos, a intensidade do exercício para um treino vigoroso (para adultos aparentemente saudáveis), poderá chegar aos 85% da frequência cardíaca máxima. (Leia as entrelinhas: é hora do HIIT! Dê uma oportunidade, pelo menos)

E não se preocupe em demasia com a quantidade de suor. Suar é uma resposta fisiológica do corpo à prática desportiva e varia de pessoa para pessoa. Hidrate-se bem durante e após o exercício. Por fim, deixe o processo de sudação ocorrer naturalmente para que possa manter a intensidade de treino e alcançar o gasto calórico pretendido.

Brand Story