Menu
Inicio Nutrição Estes são os superalimentos que deve incluir na sua dieta

Estes são os superalimentos que deve incluir na sua dieta

Fortaleça o sistema imunitário e potencie o seu bem-estar com os superalimentos.

superalimento, fruta

É certo que já deve ter ouvido falar em superalimentos, sobretudo nos mais exóticos e difíceis de pronunciar. Apesar de não haver uma definição científica para o termo, ganham o estatuto de super os alimentos que oferecem um vasto leque de nutrientes numa pequena quantidade.

Resumidamente, são “alimentos mais potentes, superconcentrados e ricos em nutrientes”, afirma Mafalda Rodrigues de Almeida, nutricionista na Loveat, em Lisboa.

Ouvida pela Women’s Health, a especialista explica que os superalimentos “apresentam particularidade que os distinguem da generalidade dos alimentos”, nomeadamente devido aos “efeitos benéficos para a saúde, para além dos nutricionais”.

A sua popularidade tem vindo a crescer nos últimos anos, mas vamos à questão que realmente interessa: é preciso gastar uma fortuna para incluir superalimentos na sua alimentação? Longe disso! Vá por nós, a sua despensa está repleta de superalimentos!

Já está convencida? Boa! Então venha daí e conheça os superalimentos que vão fazer a diferença na sua saúde, bem-estar e performance física.

1. Matcha

O matcha é um tipo de chá verde em pó muito rico em vitamina C, magnésio e clorofila, entre outros nutrientes. De acordo com a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida “promove o relaxamento e contribui para um aumento da energia no dia-a-dia”. Hoje em dia pode encontrar em qualquer supermercado.

2. Cenoura

Entre outros benefícios, as cenouras são uma ótima fonte de vitamina A “importante para o ciclo visual e para funções essenciais nas nossas células”, explica Mafalda Rodrigues de Almeida.

3. Cogumelo Reishi

Estes cogumelos, além de serem uma grande fonte de vitamina C, são famosos pelas suas propriedades que ajudam na promoção da longevidade, de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa.

4. Camu Camu

Este pequeno fruto, proveniente da região amazónica, além de ser uma grande fonte de vitamina C, também “auxilia na diminuição do stress oxidativo nas nossas células”, explica a nutricionista.

5. Kiwi

À semelhança dos citrinos, o kiwi é um alimento muito rico em vitamina C, “uma vitamina bastante importante para a manutenção do sistema imunitário”, diz Mafalda Rodrigues de Almeida.

6. Curcuma

Esta raiz, conhecida como açafrão-da-índia, é famosa pelas suas propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas, antisséticas e antioxidantes, além das suas muitas vitaminas e minerais. É já muito comum na culinária.

7. Batata-Doce

É uma grande fonte de vitamina A, essencial para uma boa saúde visual e respiratória, além de ser rica em betacaroteno, principal aliado de uma pele bonita e saudável.

8. Canela

Este superalimento é especialmente recomendado para manter a forma física, tendo em conta que, por ser uma especiaria termogénica, contribui para que o pico de açúcar no sangue seja mais baixo após a ingestão de hidratos de carbono.

9. Romã

Ainda no campo dos frutos, a romã é um poderoso antioxidante e anti-inflamatório. Este superalimento, além de um grande aliado na dieta, também contribui para o fortalecimento do sistema imunitário.

10. Alho

Sim, a sério! Este superalimento tem propriedades antibacterianas e antivirais, devido à alicina, composto ativo presente no alho, também responsável pelo seu cheiro característico.

 

Brand Story