Menu
Inicio Beleza Este protetor solar protege contra a picada de medusas

Este protetor solar protege contra a picada de medusas

De acordo com os biólogos são esperadas mais medusas este verão. Sabia que o protetor solar pode protegê-la contra a picada deste animal?

Especialistas e biólogos afirmam que a presença de medusas no mar, este verão, será mais frequente do que o normal, principalmente na área do Mediterrâneo. Vale a pena tomar alguns cuidados, pois dependendo do tipo de medusa, o perigo pode ser maior ou menor.

O que fazer se for picada por uma medusa

Saberá que foi picada se apresentar vermelhidão, irritação ou coceira na área afetada. Se o que lhe picou foi uma medusa de cravo, a picada será mais dolorosa e, dependendo, da pessoa, pode criar desde um leve inchaço até erupções cutâneas ou sintomas mais graves.

Especialistas apontam que diante de uma picada de medusa (principalmente a do cravo) é necessário:

– Lave a área afetada cuidadosamente, com água do mar, sem esfregar.

– Se tiver disponível, aplique bicarbonato de sódio por 5 minutos. A proporção deve ser de 50% de bicarbonato e 50% de água do mar. Isto ajuda a evitar mais envenenamento por tentáculos residuais na pele.

– Usando pinças, luvas ou um cartão de plástico, remova quaisquer tentáculos residuais.

– Aplique gelo por, pelo menos, 25 minutos e nunca diretamente sobre a pele, mas envolto em uma toalha ou tecido fino.

– Após este tempo, reavalie a dor. E, se necessário, reaplique gelo.

– Se a dor persistir, não hesite: vá ao médico.

– E como último conselho, não aplique água fresca, vinagre ou álcool. Em caso de choque ou dificuldade respiratória, dirija-se imediatamente ao centro de saúde.

A proteção solar que inibe a ferida da medusa

Os protetores solares Safe Sea desenvolveram uma tecnologia que, além de seu alto fator de proteção solar (FPS50), atua como “anti-medusa” e protege a pele do contato com esses animais, evitando picadas – não são repelentes, mas inibidores. O que estes fazem é manter estes animais e insetos longe da pele, já que os seres humanos os atraem simplesmente pelo ato de emanar calor e suor, além de exalar perfumes e odores derivados dos cremes.

O repelente forma uma espécie de barreira na superfície da pele. Isto é possível devido a ativos como o DEET, um composto químico que confunde os recetores desses animais e interfere com a sua perceção, fazendo-os acreditar que são odores ambientais. Portanto, não os atrai. É como se ficassem desorientados e, portanto, não sabem onde morder.

No entanto, o que o inibidor Safe Sea faz, através dos seus ingredientes, é bloquear diretamente as células sensoriais dos tentáculos da medusa, assim que o processo de queima ou picada é ativado. Ou seja, as medusas entram em contato com nossa pele, mas não nos detetam como presa e, por isso, não nos picam.

Creme Solar Ecofriendly, Safe Sea Jellyfish Especial SPF50+, 20,74€

Artigo via elle.com

Brand Story