Menu
Inicio Gravidez Está grávida e sente-se desidratada? Há um motivo para isso

Está grávida e sente-se desidratada? Há um motivo para isso

Beber a quantidade certa de água, por dia, é muito importante para o bom funcionamento do organismo. Para uma mulher grávida, a sua importância é ainda maior.

A maior parte das pessoas não atinge a ingestão necessária de água que deveria ingerir diariamente. Esta questão torna-se mais relevante para as mulheres grávidas que têm necessidades de hidratação diferentes (e mais exigentes!) durante esta fase.

Para saber mais sobre este assunto, fomos falar com a ginecologista e obstetra no Hospital Lusíadas, em Lisboa, Sílvia Roque.

Durante a gravidez as necessidades de hidratação da mulher mudam?

Durante a gravidez a necessidade de ingestão de água aumenta, principalmente, porque o volume do sangue aumenta quase 50%, e um componente importante da constituição do sangue será a água. O líquido amniótico [líquido que envolve o embrião] também é constituído, essencialmente, por água. Para manter o líquido amniótico em níveis normais é fundamental a ingestão de água.

Por que razão existe esta necessidade?

As mulheres grávidas necessitam de maior hidratação para o adequado crescimento do feto e para o bem-estar fetal. Para a grávida, a água é necessária para o equilíbrio das funções do organismo, como a função renal e a prevenção da acumulação de metabolitos tóxicos.

Estar bem hidratada durante a gravidez influencia a qualidade do leite?

Durante a amamentação, com a produção de leite, o corpo materno necessita de muita energia, e, consequentemente, a necessidade de ingestão de água aumenta. O leite materno tem na sua composição aproximadamente 87% de água, dessa forma, é necessário que a mãe se mantenha sempre hidratada para que a produção de leite decorra de forma eficaz.

Qual é a quantidade de água que uma mulher grávida deve beber? Esse valor difere no pós-parto?

A necessidade de água deverá ser de 2 a 3 litros por dia, dependendo do peso da mulher grávida. Durante a amamentação pode ser necessário ainda aumentar ligeiramente a ingestão de água. A própria mulher durante a amamentação sente sede.

Quais são os sintomas de desidratação na gravidez?

Pode acontecer secura da garganta, boca e lábios. A pele torna-se mais seca, o que gera a presença do sinal de prega [depois de beliscada e pele não volta ao normal]. Este sinal é avaliado ao segurar a pele entre o polegar e o dedo indicador por alguns segundos e depois solta-la. Se permanecer elevada o sinal será positivo. Outros sintomas serão olhos com olheiras, obstipação, tonturas e fadiga. Algumas mulheres apresentam contrações de Braxton Hicks como sinal de desidratação.

Brand Story