Menu
Inicio Sexo É por isto que deve gemer durante o sexo, segundo especialistas

É por isto que deve gemer durante o sexo, segundo especialistas

Pode testar as cordas vocais mais cedo do que pensa.

Quando pensa em gemer durante o sexo, pode imaginar uma performance digna de um Oscar. Ou talvez pense na outra noite quando deixou escapar um ruído a meio de um momento a dois que, na verdade, tornou o momento muito mais sensual.

Gemer durante o sexo é basicamente um aumento de poder no quarto. Um pio sem fôlego normalmente serve como uma dica não-verbal de que as coisas estão a correr bem. Deixar sair aqueles barulhos sensuais ​pode até indicar uma vida sexual mais satisfatória, de acordo com um estudo de 2012 publicado na revista académica Journal of Social and Personal Relationships .

Ainda assim, a ideia de adicionar alguns gemidos aos momentos a dois pode ser stressante, se não o tiver feito antes. Nós entendemos – a última coisa que quer é soar como uma estrela de filmes pornográficos entediada a tentar agir como se estivesse realmente excitada. E para alguns, a ideia de gemer durante o sexo pode causar arrepios na espinha.

Alguns especialistas em sexo dizem-lhe tudo o que precisa de saber sobre como entrar nas águas proverbiais do sexo barulhento. E quem sabe? Pode testar as cordas vocais mais cedo do que pensa.

Afinal, porque é que as pessoas gemem durante o sexo?

É muito simples: “As mulheres gemem durante o sexo para comunicar aos seus parceiros que estão a gostar do que estão a fazer”, diz Nicole Buratti, educadora sexual e especialista em relacionamentos. Pense nisso como um empurrãozinho na direção certa, uma resposta cheia de prazer de que um parceiro está a fazer todas as coisas certas. E sejamos realistas: muitas vezes é uma resposta involuntária a todo aquele esforço físico.

Não para matar a vibração, mas as pessoas também gemem quando estão desconfortáveis ​​ou totalmente entediadas. “Um parceiro não deveria ter que distinguir o seu gemido de dor do seu gemido de prazer”, diz Laurie Mintz, médica e autora do livro Becoming Cliterate. Se algo doer ou se sentir mal, diga-o com palavras e peça ao seu parceiro para fazer o mesmo por si.

Como os gemidos podem tornar o sexo ainda mais sensual?

“Algumas pesquisas dizem que quanto mais profundo se está na experiência sexual, menos inibidos os seus sons podem ser”, diz Mintz. “Os seus próprios sons podem servir para aumentar a sua própria excitação”. O melhor sexo é libertador, e gemer quando a vontade chega ajuda a libertar as suas inibições para que possa estar totalmente imersa no prazer.

Eu tenho que gemer?

Se não é sua praia, não. “Há pessoas que ficam em silêncio durante o sexo e não querem fazer barulho – e isso é totalmente normal”, refere Mintz. “O barulho ajuda algumas pessoas a excitarem-se e sentirem prazer e, para outras, atrapalha”. Às vezes, um gemido alto (ou até mesmo um grito) encaixa no clima, e às vezes prefere divertir-se em silêncio. Apenas faça o que for bom.

Ok, quero tentar gemer agora. Como começo?

“Honestamente, é a mesma coisa que recomendo para se sentir confortável com muitas coisas: tente”, diz Mintz. Da próxima vez que se masturbar, deixe-se gemer. “Comece por respirar profundamente pela barriga e expirar lentamente com um suspiro pontuando a sua respiração”, sugere Buratti. Veja se melhora a experiência. Se se sentir bem, vale a pena tentar quando está com outra pessoa.

Se ainda não tiver a certeza, fale sobre isso com o seu parceiro primeiro. “Pode dizer: ‘Vamos falar sobre os barulhos que fazemos durante o sexo’ ou ‘acho que quero tentar fazer mais barulhos porque ouvi dizer que são excitantes’”, diz Mintz.

Existe uma maneira certa de gemer?

“Se está sentada a pensar, ‘este é um bom gemido? Está alto o suficiente? Muito alto?’ não está a ter o tipo de gemido que vai aumentar a sua excitação”, explica Mintz. “Em qualquer área do sexo, raramente existe um modelo único para tudo”.

Já sou experiente em gemer. Posso tornar isso ainda mais sexy?

Mais uma vez, qualquer barulho que se espalhe vai deixa-vos excitados. Se quiser ser específica, Buratti sugere “usar a sua respiração como a liderança nos seus gemidos. Ao expirar, deixe a sua voz sair um pouco. Pense em enviar a sua respiração e o seu gemido para a pélvis”. Vai parecer um exercício meditativo ou sexo tântrico.

Na dúvida, deixe-se levar. “Quanto mais ligado estiver à experiência sexual, menos inibidos serão os seus sons”, refere Mintz.

Devo gemer para fingir um orgasmo?

Não faça isso. Mesmo que o tenha feito no passado, fingir não vai ajudar em nada a sua vida sexual. Gemidos podem ser um reforço positivo e dar à sua cara-metade um impulso de confiança, mas fingir envia um sinal confuso. “Ao fingir, estamos a ensinar aos nossos parceiros a fazer exatamente o que não funciona para nós”, diz Mintz.

Brand Story