Menu
Inicio Nutrição É isto que deve comer antes de beber

É isto que deve comer antes de beber

Saiba que alimentos comer antes, durante e após uma saída à noite, para evitar o desconforto e o inchaço.

comer
Pexels

A forma mais eficaz de evitar a má disposição depois de beber álcool, é simplesmente não beber, ou pelo menos, não numa quantidade excessiva. No entanto, há outros truques e dicas que podem ser incorporados na sua rotina noturna para a ajudar a sentir-se menos indisposta de manhã.

Muitas destas estratégias dizem respeito à alimentação. “A verdade é que não há uma cura, mas existem formas de ajudar a diminuir o impacto da bebida e acelerar a recuperação”, explica Kathryn O’Sullivan, cientista de nutrição da BIOMES, especializada em saúde intestinal. O’Sullivan refere que a reidratação, os níveis de açúcar no sangue e a saúde intestinal, são as principais áreas em que se deve concentrar.

O que comer ou beber antes de uma noite fora?

1) Beba muita água

“Procure beber pelo menos dois litros de água durante o dia”, diz O’Sullivan. “Recomendaria também beber um litro de água enquanto janta”. Ficar hidratada é fundamental. Poderá acrescentar uma fatia de limão à sua bebida, o seu fígado agradece.

2) Sumo de fruta ou kombucha

“Beba um copo de sumo de fruta para manter os seus níveis de vitamina C elevados (já que a vitamina C é um dos nutrientes que o álcool diminui), ou kombucha, um chá fermentado amigo do intestino”, recomenda a especialista.

A especialista acrescenta que um probiótico, como o kefir, também poderia dar ao seu microbioma um impulso de boas bactérias, para além de auxiliar na proteção do estômago e na diminuição da taxa de absorção de álcool.

3) Aumente as gorduras (saudáveis)

Os alimentos com um maior teor de gordura, permanecem no estômago durante mais tempo, o que significa que quanto mais tempo a barriga estiver “cheia”, mais lenta será a taxa de absorção do álcool. Salmão, abacate e nozes são boas opções.

4) Opte por um jantar asiático

“Opte por um restaurante asiático se ponderar comer fora, pois é óptimo para o microbioma devido aos seus pratos à base de plantas e bebidas fermentadas”, refere a cientista. “Sushi, ramen, sopa de miso, kimchi e stir-fry, são a base de muitas culturas asiáticas e oferecem boas bactérias intestinais”. Se estiver a comer em casa, experimente fazer uma receita de arroz miso castanho e salmão, massa de galinha frita ou uma alternativa vegetariana, como um caril de abóbora com grão-de-bico.

5) Adicione alguns ingredientes que o fígado gosta

Curcuma, canela, couve, brócolos, beterraba, abacate e limão são ingredientes que beneficiam o fígado. Assim, incluir alguns destes alimentos nas suas refeições ao longo do dia, poderá contribuir para uma melhor disposição durante a saída e na manhã seguinte.

6) Plantas ou laticínios

“Se vai comprar refeições ou snacks durante a viagem, dê prioridade a verduras ou alimentos lácteos, como iogurtes e queijos”. Entre no supermercado e procure cereais integrais, sandes com vegetais e proteínas, ou saladas repletas de verduras, queijos, frutos secos e leguminosas. Mais uma vez, o sushi pode ser uma opção útil para comer no autocarro enquanto se dirige para o local da saída.

7) Azeitonas ou nozes

Se puder, evite petiscos salgados, uma vez que beneficiam a desidratação, adverte O’Sullivan. “Hidratos de carbono, como azeitonas, nozes, grão-de-bico e favas, até mesmo pão e húmus, podem contribuir para manter os níveis de açúcar no sangue”, acrescenta. “Isto irá ajudá-la a sentir menos o efeito do álcool e a aliviar os sintomas mais tarde”.

8) Evite bebidas gaseificadas e açucaradas

Se tiver dificuldades com o inchaço, é melhor manter-se distante de quaisquer bebidas gaseificadas. Exemplos como o champanhe e mesmo a água com gás, possivelmente vão acelerar a taxa de absorção de álcool, fazendo com que sinta rapidamente os seus efeitos. “Também podem provocar o temido inchaço”, confirma a especialista. “A disbiose (por vezes definida como um ‘desequilíbrio’ na comunidade microbiana intestinal e que se verificou estar ligada a certas doenças, tais como a artrite reumatoide) pode fazer o mesmo”.

9) Evite o café e comer fruta

O café também contribui para a desidratação. “Limite-se à água para reidratar, e ao kombucha, ou sumo de fruta, para repor o seu microbioma e substituir as vitaminas esgotadas”, diz Kathryn O’Sullivan.

Experimente um batido que contenha bananas, uma vez que são ricas em potássio e ajudam a restabelecer o seu equilíbrio eletrolítico. “As bebidas desportivas eletrolíticas também podem ajudar”, acrescenta.

10) Escolha sabiamente a sua refeição

Para além das frutas, os legumes (pense: espinafres, couve, batata doce, cenoura, ervilhas, pimentos, tomate, pepino), laticínios (como leite de vaca, iogurte, queijo, alternativas de leite como amêndoa ou soja) e grãos inteiros (pão, granola, aveia, arroz, massa) far-lhe-ão igualmente bem. “Junte-os com proteínas (ovos, feijão, carne, nozes, ovos, laticínios), gorduras (abacate, sementes de girassol, azeitonas, caju, amendoins, amêndoas) e um suplemento pré ou probiótico, se puder”, conclui a cientista.

Brand Story