Menu
Inicio Saúde Dicas de autocuidado e combate à solidão em tempos de pandemia

Dicas de autocuidado e combate à solidão em tempos de pandemia

A psicóloga Ana Valente dá os conselhos.

Dicas de autocuidado e combate à solidão
Pexels

Mais sós do que alguma vez pensaram estar. É desta forma que 41,5% das mulheres portuguesas se sentiram em algum momento durante os meses de confinamento. De acordo com o inquérito online levado a cabo pela Women’s Health, o sentimento e solidão aumenta para 63% para as mulheres que moram sozinhas.

Mesmo já com o desconfinamento a marcar os nossos dias, a sensação de solidão e inadaptação é ainda uma realidade para muitas pessoas. O autocuidado é, segundo a psicóloga Ana Valente, uma forma de promover o bem-estar físico e emocional e, por consequência, combater a sensação de solidão – que não escolhe idades, momentos, estatutos ou géneros.

“É muito importante cuidar de nós, ter como objetivo aumentar o nosso bem-estar psicológico, emocional e social. A promoção do autocuidado deve ser uma prioridade e cada um deve ‘ouvir e responder’ às suas próprias necessidades, desenvolvendo hábitos diários que visam o bem-estar próprio”, diz a especialista, explicando que “o autocuidado envolve todas as atividades que, com regularidade, escolhemos fazer e que ajudam a manter ou melhorar o nosso Bem-estar e Saúde Psicológica”.

Dicas de autocuidado e combate à solidão, segundo a psicóloga Ana Valente.

  • Realizar atividades prazerosas
  • Assegurar que consegue ter um momento só para si
  • Manter e reforçar o contacto com amigos e familiares (A videochamada mostra-se mais eficaz na sensação de partilha)
  • Manter (dentro do possível) a rotina
  • Manter uma alimentação saudável e manter-se fisicamente ativo
  • Confiar em si e que será capaz de “fazer frente” aos desafios
  • Limitar a exposição às notícias, selecionando fontes credíveis
  • Pedir ajuda nas tarefas domésticas
  • Ouça os seus sentimentos, sem julgar. Permita-se
  • Partilhar preocupações e sentimentos com pessoas de confiança
  • Ajudar os outros
  • Fazer atividades em conjunto com amigos em familiares. Por vídeo? Porque não?
  • Caminhar ao ar livre. Em segurança.
  • Aprenda um hobbie novo
  • E ligar. Partilhar. Ouvir. Por telefone, tablet, computador, à janela…
  • Mantenha a esperança em si e no futuro.
  • E peça apoio especializado se precisar. Sem medos, sem reservas.

Brand Story