Menu
Inicio Beleza 5 dicas a saber antes de fazer uma tatuagem

5 dicas a saber antes de fazer uma tatuagem

A pensar na sua primeira tatuagem? Esqueça os mitos, pense bem o que pretende ‘pintar’ na própria pele e esclareça-se face a algumas questões.

tatuagem

Cada corpo é naturalmente bonito por si só. Mas não há mal algum em mudá-lo de acordo com o nosso gosto, seja a pintar o cabelo, submeter-se a uma cirurgia ou apenas ao decorá-lo com uma tatuagem ou piercing. O principal é que o faça com o intuito de o embelezar, nunca desfigurar.

Uma pesquisa avançada pelo CBOS (Public Opinion Research Center) em 2017 aponta que 16% dos adultos entre os 24 e 25 anos têm pelo menos uma tatuagem. Um terço dos entrevistados entre este período de idades que não tem, pretende vir a fazer uma tatuagem. Por outro lado, diz a Sociedade Americana de Cirurgia Dermatológica, nos EUA, que o número de tatuados que deseja remover uma tatuagem aumenta 50% a cada ano.

Estes são os principais números a apontar… Quanto mais as pessoas são tatuadas, mais elas se arrependem da decisão e querem se livrar de tatuagens indesejadas. Provavelmente, algumas dessas tatuagens indesejadas são nomes de entes queridos que deveriam ser para a vida toda, mas cuja relação não durou tanto quanto a tatuagem. Alguns pacientes das clínicas de medicina estética são também adultos com pouco interesse em exibir tatuagens de Pokémon ou frases como ‘sem futuro’. Grande parte dos clientes de tais clínicas são também vítimas de tatuadores pouco – ou nada – experientes. Basta uma breve pesquisa no Google em ‘tatuagens falhadas’ para encontrar centenas de exemplos, muitos dos quais a farão certamente rir.

A própria Ariana Grande foi vítima deste comum incidente que, em vez de ‘7 rings’, nome do álbum que lançou, tatuou carateres chineses que se traduzem em… ‘pequeno grelhador’.

Para que não tenha uma história semelhante, há cinco pontos a atentar antes de se estrear num estúdio de tatuagens.

Passo 1: planeamento

Se pertence aos 30% das mulheres que não tem qualquer tatuagem, mas pretendem ter pelo menos uma, comece por solidificar este seu desejo. Assim que tiver bem definido aquilo que quer tatuar, imagine se se via com o mesmo desenho daqui a uns anos. Depois, pense no local do corpo a tatuar. Ao escolher um local, considere também a dor do procedimento. Para alguns, é ponto bastante relevante. Segundo especialistas, os locais mais dolorosos para se tatuar são em torno da boca e queixo, clavículas, costelas. Zona ao redor do umbigo, dentro dos cotovelos, coxas, joelhos, canelas e pés também são algo críticos.

Passo 2: preparação

Agora que decidiu com o quê e onde embelezar o seu corpo, escolha o tatuador. Diferentes artistas têm diferentes estilos. E por muito bem falado que seja determinado tatuador, se o seu intuito é uma tatuagem com linhas bem finas, não escolha o tatuador que é perito em sombras.

Se encontrar o tatuador com o traço ideal para o seu desenho, procure saber de preços. Podem pedir-lhe um preço algo mais elevado do que estaria a pensar contar. Mas valerá a pena ir para algo mais barato mas que se afaste da perfeição que procura?

Se o preço não for entrave para si, ótimo. Mas tenha em conta que quanto mais conhecido for o tatuador, mais cheia será a sua agenda. Quer mesmo ser tatuada por determinado artista ou só quer ser tatuada no mês do seu aniversário? Com um planeamento com bastante antecedência, conseguirá tirar proveito dos dois lados.

tatuagem, tatuador, artista

Passo 3: a véspera do grande dia

O seu corpo vai ser exposto a tinta e agulhas: algo que não é natural nem supostos. Logo, vai certamente reagir. Dependendo do tamanho da tatuagem, é bem provável que a pele fique algo inflamada. Não se assuste, é apenas a resposta do corpo que mobiliza novos vasos sanguíneos para nutrir a pele em regeneração. Ainda que os cuidados pós tatuagem sejam essenciais, há que prepará-lo para o grande dia. Não tatue se estiver doente, fraca ou a passar por um período de stress. O seu corpo tem de estar bem relaxado e descansado… Se tiver a pele muito seca, garante que a hidrata regularmente pelo menos uma semana antes de visitar o estúdio.

Passo 4: O dia

Nada de álcool ou aspirinas nas 24 horas antes do procedimento – pode aumentar o sangramento. Quanto à alimentação, garanta que comeu bem antes da tatuagem, principalmente se previr que o procedimento vai demorar muito tempo. é que baixos níveis de glicose no sangue podem aumentar a sensação de dor e risco de desmaio.

Esperemos que tenha feito o trabalho de casa na hora de escolher o tatuador mas, ainda assim, atente se o tatuador remove as ferramentas de embaláveis esterilizadas, lava as mãos antes de calçar as luvas e se o suporte e copo de tinta estão esterilizados. Por exemplo, se o artista atender o telefone ou for ao quarto de banho, deve trocar de luvas.

tatuagem, tatuador, artista

Passo 5: O depois

Terminado todo o procedimento, o tatuador irá aplicar uma pomada na ferida fresca e protegerá a zona com um penso. Mantenha este curativo por cerca de 24 horas e, passado o período, trate a tatuagem como se fosse uma ferida: lave-a delicadamente com água e sabão, seque-a com uma toalha suave, sem esfregar. Por último, aplique a pomada indicada no estúdio de tatuagem as vezes que lhe tiverem sido aconselhadas – não devem ser de menos mas, se aplicar em demasia, pode também danificar o trabalho.

Evite água muito quente e não exponha a tatuagem ao sol pelo menos por duas semanas. Por ultimo, não coce aquela zona: a cicatrização da pele pode irritá-la mas o erro mais comum após fazer uma tatuagem é tocá-la com as mãos sujas. Se estiver a sofrer demasiado com a comichão, aplique água fria e garanta que tem aquela zona sempre bem limpa. Após um mês com todos estes cuidados, a sua tatuagem estará mais que pronta para ser exibida ao vivo e no seu Instagram.

Artigo via Women’s Health Polónia

Outros Artigos


Outros Conteúdos GMG

Brand Story