Menu
Inicio Nutrição Detox. As respostas a todas as suas dúvidas

Detox. As respostas a todas as suas dúvidas

detox

As dietas líquidas são uma das principais tendências do momento. Há quem recorra a sumos, batidos e smoothies para combater o inchaço e há ainda quem tente dizer adeus aos quilos extra.

Esta moda do detox promete ainda uma pele mais luminosa e uma energia quase inesgotável. Mas é preciso ter cautela… e a devida informação.

A Womem’s Health espremeu a tendência ao máximo e procurou a opinião de duas especialistas em matéria líquida. Copo meio cheio ou meio vazio?

 

Estou a fazer uma dieta detox à base de líquidos, mas sinto fome. Posso comer algo?

Geralmente as dietas detox permitem apenas a ingestão de fruta e legumes, preferencialmente em cru, e nalgumas situações até uma colher de sobremesa de sementes, tais como sésamo, chia ou linhaça moída.

“Idealmente, deverá fazer um sumo/smoothie de frutas e verduras de três em três horas (máximo 4 horas), de preferência aproveitando a fibra da fruta. Para isso deverá utilizar uma liquidificadora ou varinha mágica, podendo adicionar água ou gelo aos smoothies. Caso sinta fome entre refeições poderá comer uma a duas peças de fruta ou beber um copo de gaspacho ou sumo de vegetais”, diz Filipa Cortez, nutricionista, especialista em gestão do peso e coach nutricional e coordenadora da divisão de nutrição da Farmodiética.

Já Belen Monedero, CEO e fundadora da marca de detox Drink6 (www.drink6detox.pt), aconselha o uso da proteína de ervilhas, mas com três litros de sumos por dia com 100 calorias cada, estará perfeitamente nutrida. “Caso sinta fome, pode comer uma maçã ou legumes crus”, diz a expert.

 

Que ingredientes convém misturar num sumo?

Os especialistas são soberanos na resposta: depende do objetivo que pretenda alcançar. Se quisermos perder peso e volume abdominal, por exemplo, “interessa colocar ananás, papaia, kiwi, hortelã e chá verde”, diz Filipa Cortez.

“Ao pequeno-almoço ou antes de fazer exercício é desejável que se coloque 1/2 banana no smoothie detox para conferir mais energia. Caso o objetivo seja fazer um programa rico em antioxidantes, os frutos vermelhos e os citrinos deverão ser incluídos”, acrescenta a coach nutricional.

 

É aconselhável seguir uma dieta detox líquida de forma periódica?

Um detox proporciona um choque vitamínico e desintoxicante, por isso, e apesar de terem o seu lugar numa alimentação equilibrada, devem ser realizados com cautela.

O organismo já tem mecanismos próprios que o ajudam a desintoxicar-se, mas se lhe quiser dar uma mãozinha, os entendidos na matéria dizem que um detox de um a três dias pode ser feito mensalmente. Se estiver inserido num programa de emagrecimento, é aconselhado iniciar com um detox de três dias e depois disso de 15 em 15 dias (apenas um dia) ou uma vez por mês (um a três dias).

 

Faz realmente bem aos olhos e à pele?

Essas e muitas outras vantagens. “Um plano detox bem planeado pode ajudar a prevenir e curar várias doenças: insónia, acne, ansiedade, varizes, colesterol e triglicerídeos, retenção de líquidos… Eles são ricos em fi bras, água e sais minerais, que têm uma ação antioxidante e diurética, e regulam o trânsito intestinal. Também oferecem outros benefícios para o nosso corpo: mais energia, concentração, uma pele lisa e limpa, melhor sistema imunológico, melhor digestão, entre outros”, reporta à Women’s Health Portugal Belen Monedero, CEO da Drink6.

A eliminação dos alimentos processados, ricos em açúcar, e das gorduras presentes nas proteínas animais favorecem a limpeza do organismo. O resultado é o equivalente a voltar à casa de partida (sem passar pela prisão)!

 

O que são as bebidas feitas a pressão fria?

São a última novidade fresquinha do mercado e se nunca teve coragem de perguntar em que consistem, temos a resposta antecipada: “As bebidas ou sumos conservados por hiperpressão a frio não contêm conservantes, aditivos ou açúcares, apresentando por isso vantagens comparativamente àquelas que são conservadas através da pasteurização, adição de ácido ascórbico ou outros conservantes, ainda que naturais”, explica a nutricionista Filipa Cortez. Além do mais, a hiperpressão a frio elimina ainda de forma eficaz e mais saudável as bactérias presentes na fruta e/ou vegetais. Mas serão melhores que os sumos tradicionais? Cada um tem os seus pontos fortes.

 

Os sumos detox ajudam mesmo a perder peso?

A reposta curta é sim (embora não deva ser o objetivo principal). Mas, dependendo da quantidade de fruta (e consequentemente de açúcar), sim ou não, isto é, se num dia detox se ingerirem mais de 7 a 8 peças de fruta, a perda de peso poderá fi car comprometida.

“A ideia nestes casos será controlar o número de peças de fruta que se ingerem, optando por incluir sopa e saladas às refeições principais, assim como um copo de gaspacho no lanche da tarde. Desta forma, a saciedade estará garantida, sem comprometer os resultados na balança”, aconselha Filipa Cortez. Se no final resultar menos 1 kg, ninguém se chateia…

 

https://www.womenshealth.pt/nutricao/plano-detox-o-menu/

Brand Story